Financiamentos mais acessíveis para o autônomo?

Financiamentos mais acessíveis para o autônomo

Além de ser devidamente habilitado, ter certa experiência nas estradas e se atualizar com cursos, uma das exigências para se manter na ativa como motorista de caminhão envolve ter um veículo com idade máxima de 10 anos, com aparência e manutenção impecáveis. Corresponder a isso tem sido difícil para os estradeiros, principalmente os autônomos, já que as condições para financiamento de caminhões para eles são mais difíceis que para outras categorias. É possível que surjam financiamentos mais acessíveis para o autônomo? O parceiro Audeny fez uma pergunta sobre isso durante uma transmissão ao vivo no Facebook:

Gostaria de saber se os financiamentos para caminhões serão mais acessíveis para autônomo?

Audeny, a gente espera que sim! Mas as atuais condições de financiamento para caminhoneiros autônomos não são muito animadoras.

Hoje, existe somente uma opção para os caminhoneiros autônomos pedirem um financiamento: o Finame, que dá apoio financeiro para a aquisição de veículos, máquinas, equipamentos e bens de informática e automação que sejam novos, de fabricação nacional e credenciados pelo BNDES. Diferentemente do extinto Pró-caminhoneiro, que era direcionado aos autônomos, pequenos e micro-empresários, o Finame também está disponível para pessoas físicas e empresas de qualquer setor e porte. Isso faz com que suas taxas sejam maiores em comparação ao Pró-caminhoneiro, por não focarem nos pequenos empreendedores.

Em contraste com isso, muitos fazendeiros condenados por utilizar mão de obra análoga à escravidão têm seus empréstimos aprovados por instituições como o BNDES, mesmo que isso viole a resolução do Conselho Monetário Nacional, que proíbe tal prática.

Fica claro que há necessidade de um programa voltado aos estradeiros, como o antigo Pró-caminhoneiro. O que resta aos autônomos é expressarem essa necessidade ao BNDES. Uma das maneiras de fazer isso é falar sobre isso por meio da Ouvidoria do BNDES – clique aqui para acessá-la.

Quer saber mais sobre o assunto? Veja a matéria “Quem merece um financiamento do BNDES?” – clique para ler.

E você, também tem alguma dúvida sobre o trecho? Fique ligado e acompanhe nossas transmissões ao vivo pela fanpage do Pé na Estrada no Facebook, todas as terças-feiras às 12h30 e as quintas-feiras na página de Pedro Trucão também às 12h30.

Por Pietra Alcântara

1