Quanto custa a CNH digital?

cnh_digital

A CNH digital estará disponível nos Detrans de todo o Brasil em 1º de julho. Enquanto isso, muitos estados já liberaram a emissão da CNH digital para motoristas habilitados, como Goiás, Paraná e, mais recentemente, São Paulo.

O uso da CNH digital não é obrigatório, mas muitos motoristas gostaram da novidade devido à praticidade e querem a versão digital do documento. Por isso, muitos se perguntam: quanto custa a CNH digital?

O valor varia de acordo com o estado. Segundo a Serpro, empresa responsável pelo desenvolvimento do aplicativo, e o Ministério das Cidades, os custos de emissão, se forem existir, serão definidos pelos Detrans dos Estados e do DF, órgãos responsáveis pela emissão das CNHs.

Até o momento desta publicação, de acordo com o Denatran, 23 estados brasileiros já disponibilizam o documento digital para os motoristas habilitados.

Em São Paulo, Goiás, Paraná, Acre, Alagoas, Amazonas e Amapá, a CNH digital é gratuita até o fim do ano. O Detran Goiás divulgou que, depois de dezembro deste ano, a emissão do documento digital será cobrada, no valor de R$ 11.

 

CNH digital é segura?

Por ser um documento digital, muitos temem ter seus dados prejudicados ao emitirem a CNH digital ou duvidam da validade da CNH. O Ministério das Cidades afirma que há um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico que assegura a validade do documento. As informações são do G1.

A autenticidade da CNH digital poderá ser comprovada pela assinatura com certificado digital do emissor (Detrans) ou com a leitura de um QRCode, mas isso não quer dizer que será preciso ter sinal de internet para acessar o documento.

Mas sempre será necessária uma senha de 4 dígitos para abrir CNH digital, diz o Serpro, empresa responsável pelo aplicativo da CNH digital.

Caso o smartphone com a CNH digital seja roubado, o usuário deverá bloquear o documento. Se tiver o certificado digital, ele poderá entrar no Portal de Serviços do Denatran e solicitar o bloqueio remoto. Caso contrário, terá que ir até algum posto do Detran.

“É positivo. Se eles baixam demais a segurança no bloqueio, por exemplo, alguém que rouba sua senha poderia invalidar sua CNH digital enquanto você está numa viagem e te causar uma série de problemas. Então, faz sentido que esse tipo de solicitação exija uma segurança adicional”, diz Altieres, especialista em defesas contra ataques cibernéticos.

E você, também tem alguma dúvida sobre o trecho? Fique ligado e acompanhe nossas transmissões ao vivo pela fanpage do Pé na Estrada no Facebook, todas as terças-feiras às 12h00 e as sextas-feiras na página de Pedro Trucão e na Web Estrada, também às 12h00.

 

Por Pietra Alcântara

1