Graças ao tempo chuvoso na região da serra próxima à Moraes Almeida, cerca de 150 caminhões ficaram retidos em atoleiro na BR 163/PA, interditando o trecho. O Exército, que integra a Operação na BR 163/PA juntamente com o DNIT e Polícia Rodoviária Federal, passou as últimas noites com equipes rebocando caminhões, que formaram uma fila no trecho da Serra do Moraes.

atoleiro_na_br_163
As operações podem se estender durante todo o dia e durar até a noite. | Imagens enviadas via WhatsApp.

Para que não ocorram novas retenções próximas a este trecho, os veículos estão sendo retidos no primeiro Posto de Controle de Trânsito – PCTrans, localizado próximo a Novo Progresso, que possui estrutura – com banheiros e restaurante – para atender as necessidades de quem passa por ali. A orientação é reter os caminhões em pontos de apoio que possuam estrutura ou próximos a eles.

atoleiro_na_br_163
Imagens da BR 163/PA enviadas via WhatsApp

De acordo com informações do estradeiro Jairo, conhecido tampem pelo QRA Criticado, o DNIT repassou aos motoristas que a rodovia segue interditada por alguns dias, na Serra do Moraes. A orientação é que o trecho seja evitado e não há previsão de liberação do local.

É importante que os caminhoneiros que transitam pela região estejam cientes que há a possibilidade de ficarem retidos na BR 163/PA por alguns dias, uma vez que a pista não é asfaltada e a chuva compromete sua trafegabilidade. Portanto, devem iniciar sua viagem com a preparação necessária, prevendo uma possível interrupção.

A galera do trecho nos enviou imagens da situação no trecho da rodovia, onde se formou um atoleiro na BR 163.

 atoleiro_na_br_163

atoleiro_na_br_163

atoleiro_na_br_163

atoleiro_na_br_163

E você, já rodou por esse trecho? Esteve por lá nos últimos dias? Como estava a situação? Nos conte pelos comentários!

Por Pietra Alcântara com informações do DNIT

3 COMENTÁRIOS

  1. Já rodei na Cuiabá Santarém na época que era estrada de terra, não tive problemas de atoleiro mas bancas de areia.O sofrimento foi enorme. Um grande abraço a todos vocês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here