segunda-feira, junho 21, 2021

2019, um ano de otimismo no transporte

Confiança, crescimento, números fortes e promessas altas. É assim que começa 2019 para o setor de transportes. Os números gerais ajudam, a confiança dos empresários da indústria fechou 2018 com o maior índice desde 2012 segundo a CNI. Uma indústria confiante aposta no crescimento do consumo e com isso investe mais em parques fabris, novos produtos e acaba gerando emprego.

Se depender da confiança do consumidor, a indústria vai mesmo vender mais, já que o índice alcançou no fim de 2018 o maior valor desde 2014. Se tem gente produzindo e tem gente querendo comprar, alguém tem que fazer o elo, e é daí que vem o otimismo no transporte.

fgv_ibre_grafico_1
Gráfico: FGV/Ibre
Índice de Confiança do Empresário Industrial | Gráfico: CNI

 

Mercado de caminhões

Anuario da CNT

A indústria de caminhões também está animada. As vendas de 2018 foram 46% maiores que as de 2017. Para 2019, a Anfavea espera mais crescimento, 15,3% somando caminhões e ônibus. Mas de onde vem tanto otimismo? Além dos índices de confiança citados acima, a associação ainda aposta em outros fatores:

  • crescimento do PIB entre 2,5 e 3%
  • reforma da previdência
  • crédito ainda com juros baixos
  • inflação de no máximo 4%
  • dólar entre R$ 3,70 e R$ 3,90
  • safra grande (não recorde, mas ainda muito boa)
  • obras de infraestrutura

 

A percepção de melhora vem de todos os lados.

 

Imagem: Volkswagen/Divulgação

 

“Estou convicto que 2018 encerrou um dos períodos de maior crise da nossa história. Eu posso ser conhecido como um otimista de plantão, mas nem eu esperava um crescimento desse. Agora para 2019 esperamos que haja melhora na infraestrutura e alguma conversa sobre renovação de frota.” Roberto Cortes – CEO Volkswagen Caminhões e Ônibus

 

 

 

Imagem: Iveco/Divulgação

 

“A gente está muito otimista com o ano de 2019. A economia tem voltado. Provavelmente o transportador já está percebendo isso. O País sempre teve um potencial de crescimento muito grande.” Ricardo Barion – Diretor de Marketing e Vendas Iveco

 

 

 

Imagem: Mercedes-Benz/Divulgação

 

“A gente está vendo o índice de confiança dos transportadores ficar maior. O setor de agronegócio estima 238 milhões de toneladas de grãos, e além disso existe uma tendência de renovação da frota e a inflação deve ficar sob controle.” Luiz Carlos Moraes – Diretor de Comunicação Mercedes-Benz e Diretor de Caminhões Anfavea

 

 

 

O que muito se especulou em 2018 é que haveria crescimento de demanda de novos caminhões por conta dos grandes embarcadores, já que algumas empresas falaram em adquirir frotas próprias para evitar o piso mínimo de fretes. Porém a Anfavea afirma que houve consulta, mas não aconteceram compras significativas com esse fim e nem se esperam movimentações semelhantes para 2019.

 

Caminhoneiros estão otimistas?

saude_dos_caminhoneiros
Imagem: Marco Cavalcanti

Além das montadoras e transportadores, os caminhoneiros, em sua maioria, também estão otimistas. Alguns mais, esperando grandes mudanças do novo governo, forte investimento em infraestrutura e melhora geral das condições no Brasil. Outros menos, mostram-se felizes com a economia, mas sem esperanças na tabela de fretes.

Adriano Piovesan Acredito q haverá crescimento econômico. Levando assim ao aumento do volume transportado. Mas acho q a tabela não será mantida e, portanto, melhoras somente após o meio do ano.

Hudson Qra Grillo Muito otimista que na minha área que é o asfalto o atual governo prometeu dá continuidade em muitas obras que estavam paradas principalmente as do trecho da trans amazônica e o trecho da 163 Cuiabá Santarém

Douglas Oliani Otimismo puro. O novo governo irá investir pesado em infraestrutura viária, combater com rigidez os roubos de cargas e veículos, diminuir a burocracia em vários setores. Junto com isso já vemos um crescimento econômico, a valorização da nossa moeda e a confiança dos investidores em injetar dinheiro no mercado brasileiro. Será um grande ano pra todos nós!!!

Zezinho de Parnaiba Olha hoje estive nas agencias de empregos da cidade Santo Andre e confesso que fiquei animado muita gente fazendo as fichas de emprego e muitos anúncios de vagas de emprego!!!

Zé Carlos Ratinho Posso responder depois que for definido o tabelamento dos fretes? Nós ajudamos a eleger Bolsonaro, mas a bancada ruralista também o ajudou. Vamos aguardar os próximos capítulos. Não seria a primeira vez que seríamos esquecidos pelo governo…

Andre Timm Otimista, mas com medo do valor do óleo diesel

Fábio Roque, caminhoneiro que participa frequentemente das audiências em Brasília, também se mostrou animado, principalmente em relação ao novo Ministro dos Transportes, Tarcísio Gomes de Freitas. “o Ministro está muito motivado a resolver os problemas do TRC. Pra se ter uma ideia, ele reforçou que quer embarcar em um caminhão e percorrer a BR 163 até Miritituba na época de chuva para ver de perto a dificuldade do caminhoneiro naquela região” afirmou por mensagem divulgada nas redes sociais.

 

Tabela de frete mínimo e ANTT em 2019

No começo da campanha, o então candidato Jair Bolsonaro se disse contra o piso mínimo, mas com o forte apoio da classe de caminhoneiros à sua campanha, o discurso mudou e ele já garantiu que a tabela seguirá vigorando.

Já a ANTT corre o risco de deixar de existir. A Agência talvez seja fundida a ANTAQ, mas por enquanto segue com suas atividades normais, inclusive com os prazos de janeiro para divulgação da nova tabela. Fábio Roque também afirma que o Ministro Tarcísio divulgou em reunião com os caminhoneiros que estuda mudar a forma de fazer o registro da ANTT, o RNTRC, que passaria a ser feito pelo site da agência, a custos muito menores.

 

Infraestrutura

obras_rodovia_dos_imigrantes

Investir em infraestrutura foi uma promessa de campanha de Jair Bolsonaro. As expectativas do mercado para que ele de fato cumpra a promessa são altas. O ministro da Infraestrutura, ao assumir o cargo, prometeu destravar os investimentos no setor. Tarcísio disso que começará resolvendo os problemas de concessão de rodovias e aeroportos.

Disse ainda que já em março haverá leilão de aeroportos, que serão privatizados em blocos até que todos estejam em mãos privadas. Prometeu ainda concluir o asfaltamento da BR 163 no Pará e anunciou a renovação antecipada da Ferrovia Vitória Minas, da Vale, que deve construir outra ferrovia como contrapartida.

As medidas são esperadas para a melhoria do transporte, mas também pelos empregos que serão gerados. As montadoras estão contando com isso, em parte, para aumentar vendas de caminhões e máquinas agrícolas. Aliás, o agronegócio espera também uma melhora da infraestrutura de telecomunicações, já que muitas máquinas agrícolas dependem de conectividade para funcionarem corretamente.

 

Mas será que desta vez vai?

Andre Morais Maruggi Terei a resposta daqui dois anos

Qra Marx Só mais pra frente que veremos se vai ter mudança ou não

O governo já enfrenta críticas, suspeitas e pressões, mas isso sempre existirá, porém o capital político de Jair Bolsonaro e sua equipe é grande, então as chances de 2019 ser um ano bom são realmente grandes. Agora, se isso se manterá posteriormente, só o futuro dirá.

 

Por Paula Toco

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Você pode gostar
posts relacionados