segunda-feira, junho 21, 2021

7 curiosidades sobre o novo Scania

Que ele é novo, isso todo mundo já sabe, mas o que o Novo Scania tem de diferente dos outros? Conheça aqui este caminhão que foi anunciado em 2016 na Europa e será fabricado no Brasil a partir de fevereiro de 2019.

novo_scania_destaque_

Se você quiser ver nosso test drive com ele, clique aqui.

 

1 – Design

evolution_novo_Scania

O caminhão é todo novo. Segundo o time de desenho da montadora, nada foi aproveitado das versões anteriores. O desafio foi exatamente criar algo totalmente novo, mas que ainda assim tivesse cara de Scania. Os idealizadores afirmaram que o desenho foi todo criado a partir do posto do motorista, para garantir a ele todo o conforto.

novo_scania_interior

 

2 – Posição do motorista

Para melhorar o campo de visão do caminhoneiro, o banco do motorista foi deslocado 6,5cm pra frente e 2 cm para a esquerda, assim, o profissional fica mais perto dos vidros e vê melhor o que acontece do lado de fora. O painel também foi diminuído e mudou de ângulo pelo mesmo motivo, assim como as colunas, que ficaram mais finas, aumentando a área envidraçada.

novo_scania_interior_design

 

3 – Motorização

Para um mercado cada vez mais exigente e também cada vez mais preocupado com economia, a marca apresentou uma nova combinação de motores e potências no Novo Scania. A montadora agora passa a contar com motores de 7 litros para os modelos de 220, 250 e 280 cavalos – com torque variando de 1.000 a 1.200 Nm. Já os motores de 9 litros terão potência de 280, 320 e 360 cv – o torque gira entre 1.400 e 1.700 Nm. Com o motor de 13 litros chegam as potências de 410, 450, 500 e 540 cavalos (aliás, 540 é uma potência lançada no Brasil antes do restante do mundo e foi desenvolvida a partir do pedido de clientes) – com torque que vai de 2.150 a 2.700 Nm. E finalmente o motor de 16 litros, V8, de 620 cavalos de potência e 3.000 Nm de torque.

novo_scania_caminhoes

novo_scania_8

 

4 – Consumo de combustível 12% menor

Considerando que todo transportador está sempre buscando mais economia de combustível, a montadora afirma trazer uma redução de 12% no consumo do diesel com o Novo Scania. Segundo Celso Mendonça, gerente de pré-vendas, 8% dessa economia vem da combinação motor/câmbio. Ele afirma que o índice veio da pressão do motor, melhora no sistema de arrefecimento e ainda uma mudança na caixa de câmbio, que fez com que as trocas de marcha acontecessem em metade do tempo.

As inovações no Scania Opticruise, aliadas a mapas que reconhecem a rota (e aí o caminhão já sabe quando reduzir, quando aproveitar a inércia e outras funções) e ao Driver Support (ferramenta que dá dicas em tempo real ao motorista sobre sua forma de condução) seriam responsáveis por mais 2% de economia. Já os outros 2% estão na aerodinâmica. Os novos desenhos, as passagens de ar, a saída do quebra sol externo e os defletores de ar escamoteáveis fazem com que o caminhão corte o ar mais facilmente e por isso gaste menos combustível.

Celso lembra que cada transportador deve avaliar sua aplicação. Os defletores de ar, por exemplo, podem trazer, sozinhos, 0,5% de economia de diesel, mas pesam 38kg. Considerando que a aerodinâmica só afeta o consumo quando o caminhão passa de 60km/h, então, em um veículo urbano, por exemplo, talvez não haja necessidade de um defletor.

É claro que o bom treinamento dos motoristas também faz toda a diferença, por isso a Scania tem o Driver Support (que mencionamos acima) e também o Driver Coaching, que dá assistência ao motorista para que ele melhore suas habilidades e média. Em testes com um cliente, um G450 chegou a fazer 4,04km/L. Claro que o índice varia de acordo com carga, pavimentação, topografia, etc, mas é um indicativo de onde se pode chegar.

novo_scania_defletor

 

5 – Air bag lateral

Infelizmente, um dos acidentes mais comuns com caminhões é o tombamento e, embora o Novo Scania não tenho como evitar esse tipo de ocorrência, o caminhão traz um dispositivo importante para a segurança do caminhoneiro em uma situação como essa, o air bag lateral. Ele funciona como uma espécie de cortina, que se levanta em um eventual acidente e protege principalmente a cabeça do motorista.

Air_Bag_novo_Scania

 

6 – Caminhão sem diesel

Em momento pós IAA, onde só se falou em transporte mais limpo e sustentável, nenhuma marca pode fazer um grande lançamento sem trazer uma opção de veículo livre de diesel. No caso da Scania, a aposta veio no gás ou biometano, com um caminhão pesado de 410 cavalos já em vendido para a Citrosuco. A montadora afirma que os será possível comercializar veículos com esses combustíveis alternativos para toda a linha dos motores de 13 e 9 litros a partir do último trimestre do ano que vem.

Uma diferença nesse caso é que o motor a gás GNV ou a biometano já não é um motor ciclo diesel e sim ciclo otto. O GNV é 15% menos poluente que o diesel, já o biometano emite 90% menos poluição.

novo_scania_gas_natural

 

7 – Manutenção só paga se usar

Essa não é exatamente novidade, mas os programas de Manutenção Flexível acompanham o Novo Scania. O princípio é simples, afirma Fábio Souza, diretor de serviços da marca, quem usa mais, paga mais. Por exemplo, um caminhão que roda numa aplicação severa terá suas peças muito mais desgastadas do que um que roda em trechos com bom pavimento, logo, teria que pagar mais por isso. Um caminhão que fica um mês parado, nem deveria pagar o plano de manutenção, já que não usou naquele mês. E é isso mesmo que o plano flexível oferece. “A diferença agora está na ferramenta que consegue ler essas informações” afirma Fábio.

A ferramenta a que Fábio se refere é um módulo já incorporado aos caminhões da marca desde 2016 que faz a leitura completa do desgaste e do que precisa ser trocado. O cliente então pode optar por pagar a manutenção por km rodado, e não mais um valor fixo mensal. O sistema ainda oferece diversas outras informações ao transportador sobre o modo de direção de seus motoristas e permite que o transportador tenha também o PMS FleetCare, uma consultoria em gestão de frota que, munido das informações enviadas em tempo real pelos caminhões, já verifica problemas, agenda manutenções preventivas e promete aumentar a disponibilidade da frota.

Segundo a Scania, em um cliente teste, o serviço aumentou a disponibilidade dos caminhões de 89 para 98% do tempo.

novo_scania_fora_de_estrada

novo_scania_asfalto

E qual o preço de todas essas novidades do Novo Scania? O preço de tabela está entre 380 e 580 mil reais, variando de acordo com o tipo de cabine, motorização, opcionais e etc. Os Serviços Conectados que acompanham os planos de pós-venda também variam de valor.

Veja mais informações sobre o caminhão nas próximas edições do Pé na Estrada.

Leia também: CrewCab – conheça o lançamento da Scania, com cabine dupla e espaço para 8 pessoas

 

Por Paula Toco

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Você pode gostar
posts relacionados