quinta-feira, outubro 22, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Alerta de calor: 5 dicas para enfrentar altas temperaturas na estrada

- Publicidade -

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil emitiu na última terça-feira, 10, um alerta para a forte onda de calor que atingirá o Estado de São Paulo nesta semana. O alerta de calor traz atenção dos motoristas para alguns cuidados que devem ser tomados em caso de altas temperaturas. Continue lendo e confira as dicas.

Nesta quarta, 11, e quinta-feira, 12, as temperaturas máximas devem oscilar entre 35ºC e 38ºC, em pleno inverno, nas regiões de Ribeirão Preto, Araçatuba, Presidente Prudente, Marília e Barretos, entre o oeste e o norte do Estado.

As prefeituras foram alertadas para recomendar a suspensão de exercícios ao ar livre nos momentos mais quentes, entre 11h e 17 horas. As pessoas devem ficar em locais protegidos do sol e evitar sair ao ar livre sem proteção solar. Há recomendação para suspender as aulas se houver risco para os alunos devido ao alerta de calor.

Em outras regiões do Estado, incluindo as regiões metropolitanas de São Paulo, Campinas, Sorocaba e Baixada Santista, o calor pode chegar a 35 graus nesta quarta-feira, 11. A onda e o alerta de calor permanecem sobre o Estado pelo menos até o dia seguinte.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), até lá, a temperatura deve ficar cinco graus acima da média. O calor excessivo representa risco de hipertermia que, em alguns casos, pode levar à morte.

Nas regiões norte, oeste e noroeste, a umidade relativa do ar deve ficar entre 12% e 20%, o que significa estado de alerta. Na terça, a umidade do ar caiu a 15% em Jales e Votuporanga.

 

5 dicas para enfrentar altas temperaturas

 

1. Hidrate-se

Beber água é importante não importa o clima, mas no calor é ainda mais necessária. É importante manter uma garrafa de água sempre por perto, pois a desidratação pode causar tontura, náuseas e até queda de pressão.

 

2. Hidrate o cargueiro

Evite estacionar no sol. Mas se não tiver jeito, na hora de retornar ao veículo, abra as janelas e espere a cabine ventilar um pouco antes de entrar.

Se seu caminhão tiver ar condicionado, desligue o ar e espere um pouco antes de sair da cabine, para evitar um choque térmico.

Se você tiver climatizador, saiba que no calor é necessário trocar a água pelo menos uma vez por dia. Uma dica de quem é do trecho é colocar água gelada no climatizador, o que ajuda a manter o ar fresquinho na cabine.

Qual é melhor: climatizador ou ar condicionado? Veja na reportagem de Jaime Alves.

Caso você não tenha nenhum dos dois, existem no mercado ventiladores portáveis que podem ser usados na cabine. Deixar uma toalha molhada no banco do veículo também ajuda a umedecer o ar.

 

3. Proteja-se do sol

Usar filtro solar regularmente no rosto, braços e outras partes que fiquem expostas ao sol previne o câncer de pele. Além do filtro, usar um boné é uma outra opção. Mas proteger a pele não deve ser a única preocupação do estradeiro. É preciso também proteger os olhos.

Para isso, a escolha do óculos escuro ideal é ponto importante. O mais indicado por oftalmologistas são aqueles que contêm proteção UV, capazes de filtrar totalmente a radiação.

Cada coloração das lentes traz um benefício diferente. Lentes cinzas, por exemplo, reduzem o brilho e não distorcem as cores. As de tons marrom dão mais conforto a quem sofre de miopia e hipermetropes, além de prevenir a catarata. Já as verdes são mais indicadas para pessoas acima dos 60 anos, pois melhoram a visão de contraste e as amarelas reduzem a visão de contraste nas horas de maior luminosidade.

 

4. Alimentação leve

Se alimentar bem é importante para aguentar as longas viagens a bordo do caminhão. No calor, porém, além de se preocupar se o alimento é nutritivo, é melhor dar preferência para alimentos leves como frutas e verduras, além de muito líquido.

Além disso, se certifique-se de não pegar estrada logo após as refeições. É melhor esperar algum tempo para fazer a digestão e viajar tranquilo, com mais segurança.

 

5. Fique de olho nos pneus

Pneus possuem limite de temperatura de trabalho. Quando há algum problema no sistema de freio, pode haver geração de calor intensa nessa região. Veja o que aconteceu com este caminhoneiro que o Pedro Trucão no Dia a Dia no Trecho.

Para evitar que isso aconteça, além de manter o caminhão em dia, é preciso usar o freio motor ao invés de usar o freio convencional. Outra dica é parar o veículo para que os pneus esfriem.

 

Por Pietra Alcântara com informações do UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados