segunda-feira, setembro 28, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Antaq programa leilões de terminais portuários

- Publicidade -

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) aprovou o edital de concessão e marcou para 27 de julho o leilão de terminais portuários, que totalizam três.

Dois estão localizados no Porto de Paranaguá (PR)  – um para movimentação de carga geral de origem florestal, especialmente papel e celulose, e um para veículos – e um localizado no Porto de Itaqui (MA), destinado à movimentação de carga geral de origem florestal. 

leilao_de_terminais_portuarios

Os três arrendamentos preveem investimentos de R$ 381,9 milhões, a serem efetivados pelos novos arrendatários durante o período de vigência dos contratos. 

O terminal de Paranaguá que é destinado a cargas vegetais ocupa uma área de 27.530 m². O prazo do contrato é de 20 anos, prorrogável por até 70 anos. Ao longo do período do contrato, o novo arrendatário deverá realizar investimentos de R$ 87 milhões no terminal.

No mesmo porto, o terminal para movimentação de veículos que será leiloado tem área de 170.200 m². O vencedor do leilão deverá investir R$ 80 milhões em equipamentos e edificações a serem utilizados nas operações de embarque e desembarque. O prazo do contrato é de 18 anos, prorrogável por até 70 anos.

Já o terminal de Itaqui, que irá movimentar papel e celulose, deve receber R$ 214,8 milhões de investimentos. Entre as obras que devem ser executadas, estão um desvio ferroviário e um acesso marítimo por meio do berço 99 do porto. O contrato é de 25 anos, mas pode ser prorrogado por até 70 anos. 

 

Leilão de terminais no Pará

A Antaq também abriu consulta e audiência públicas para obter contribuições para a realização dos leilões de seis terminais portuários destinados à movimentação de granéis líquidos no Pará. Cinco deles estão localizados no Porto de Belém e um, no Porto de Vila do Conde.

Os interessados podem enviar subsídios e sugestões a fim de aprimorar as minutas do edital de licitação, do contrato de arrendamento e dos documentos técnicos referentes à licitação. Os documentos, que são objetos da consulta pública nº 1/2018, estão disponíveis no portal da Agência.  A contribuições podem ser enviadas à Antaq até dia 18 de maio, exclusivamente por meio de formulário eletrônico.

 

Adaptado de CNT Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados