terça-feira, dezembro 7, 2021

ANTT divulga novo piso mínimo de frete com reajuste de até 6%

Pela quarta vez no ano, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) atualizou os coeficientes para o cálculo do piso mínimo de frete. A Portaria nº 496 foi publicada nesta quinta-feira, 21, no Diário Oficial da União e já está em vigor. De acordo com a agência, o reajuste médio varia de 4,54% a 5,90%, a depender do tipo de veículo e classe de carga. 

Em nota, a ANTT informou que considerou o atingimento do gatilho de variação de 10% do preço do diesel. Desde o último reajuste feito em julho até aqui, o órgão afirma que houve um percentual de variação acumulado de 10,18%. Segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre a semana de 10/10 a 16/10 de 2021, o preço de mercado do diesel S10 praticado na bomba chegou a R$ 5,033 o litro.

Como calcular o meu piso mínimo?

O Pé na Estrada comparou os valores publicados hoje, 21, com os valores da última tabela publicada em julho. Continue lendo para ver o comparativo.

Abaixo, está a atual fórmula para o cálculo do piso mínimo de frete. Lembrando que a ANTT irá fazer uma consulta pública para debater um novo cálculo para o piso. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui.

Fórmula para cálculo do piso mínimo
Fórmula atual para cálculo do piso mínimo

Para você fazer o cálculo com os números atualizados, é necessário saber os novos coeficientes do custo de carga e descarga (CC) e do custo de deslocamento x número de eixos (CCD) publicados hoje. Para ver a tabela, é só clicar aqui.

Caso queira evitar de fazer essa conta, em nosso site temos uma calculadora que já faz esse cálculo pra você. Basta informar os coeficientes do cálculo mais a distância que irá percorrer. Veja a nossa calculadora (os novos valores serão atualizados em breve). Se quiser, também temos essa calculadora no aplicativo Trucão. É só baixar em seu celular!

Agora vamos aos exemplos:

Exemplo 1 – Tabela A

Existem 4 tipos de tabela. Usamos esta por se tratar de um caminhão e não apenas do cavalo mecânico.

Origem: Rio Verde/GO

Destino: Caruaru/PE

Número de eixos: 3

Produto: Diversos (carga geral)

Distância: 2.453 KM (google maps)

Vamos usar as informações do número de eixos e do tipo de produto para achar os coeficientes na tabela. Veja a seguir:

Novos coeficientes para cálculo do piso mínimo

Na nova tabela, publicada nesta quinta-feira, os valores para o cálculo são:

  • CC = 247,07
  • d = 2,453 KM
  • CCD = 3,0016 (em julho, era 2,8466)

Observação: Primeiro você deve multiplicar a distância (d) pelo custo de deslocamento x número de eixos (CCD). O resultado você soma com o custo de carga e descarga (CC). O valor dessa soma é o seu piso mínimo de frete (CT).

Usando a fórmula CT = CC + d. CCD, o valor mínimo do frete equivale agora a R$ 7.609,99. Em julho, o frete para a mesma viagem estava custando R$ 7.229,77. A diferença entre o frete antigo para o atual é de R$ 380,22.

Exemplo 2 – Tabela A

Origem: Rio Verde/GO

Destino: Cambará/PR

Número de eixos: 7

Produto: Granel sólido

Distância: 773 KM (google maps)

Novos coeficientes para o cálculo do piso mínimo

  • CC = 374,03
  • d = 773 KM
  • CCD = 4,8831 (em julho, era 4,6506)

O valor mínimo desse frete agora é R$ 4.148,66. Em julho, o frete desta mesma viagem era de R$ 3.698,94. A diferença é de R$ 449,72.

Reajuste do piso mínimo de frete baixo comparado ao aumento do diesel

Pela Lei 13.708/2018, a atualização do piso acontece por pelo menos duas vezes ao ano, em janeiro e em julho, ou quando há uma variação no preço do diesel acima de 10%, positiva ou negativa. Somente neste ano, a ANTT fez o reajuste do piso mínimo de frete por quatro vezes, dois decorrentes da variação do preço do diesel acima dos 10%.

Apesar dos reajustes, o valor do frete segue sendo desproporcional aos aumentos do preço do diesel, que chegou na sua oitava alta em 2021. Um levantamento feito pela Ticket Log mostrou que o preço médio atual do combustível na bomba subiu 41% se comparado a outubro do ano passado. 

Enquanto isso, os fretes apresentaram um leve crescimento no primeiro semestre do ano em relação ao mesmo período em 2020. Porém, não deixa de ser uma melhora bem tímida, com índices não chegando nem a 5%.

Gráfico mostra crescimento do frete x do diesel
Crescimento dos fretes x do preço do diesel
Fonte: elaborado por Trucão com Pé na Estrada com informações de Ticket Log e Estradão

 

Por Wellington Nascimento

 

 

 

4 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia podem ajustar o que quiser, pois nao tem fiscalizacao no frete repassado ao motorista a crise, pois as tranportadora repassam apenas 50% do valor do frete para o autonomo do valor negociado com a fonte de origem do frete se mudarem esta robalheira o diesel poderia ficar o preco que esta 4,59

  2. Na verdade esse cálculo e furada o frete e ida e volta a transportadora age de má fé e a antt finge que não vê muitas empresas pagando pedágio só ida no sem parar e ilegal só e considerado os cartões homologados

  3. Que adiante aumentar 6% se as transportadoras não repasa para os autônomos, outra coisa enquanto oleo diseel sobe 20% ou mais o frete sove 6%,que ainda não é repassado para o autônomo…o negóciao esse aumento

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados