domingo, abril 18, 2021

ANTT divulga reajuste do piso mínimo após alta do diesel superar 10%

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou nesta quarta-feira, 3, a Portaria nº 90/2021, com o novo reajuste do piso mínimo de frete. O reajuste do preço do diesel pela quarta vez somente este ano fez com que o aumento fosse superior a 10%, limite previsto na Política Nacional de Pisos Mínimos.

Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio do óleo diesel S10 no Brasil entre 29 de novembro e 5 de dezembro de 2020 era de R$ 3,663 por litro. Na última atualização feita pela agência, entre os dias 21 e 27 de fevereiro deste ano, o valor chegou a R$ 4,25. Isso representa uma variação de 16% no preço médio do combustível.

A última atualização da tabela de frete havia sido em janeiro deste ano. A Lei 13.708/2018 prevê uma atualização dos valores do piso mínimo por pelo menos duas vezes ao ano, em janeiro e em julho, ou quando há uma variação no preço do diesel acima de 10%, motivo que a ANTT publicou os novos valores no Diário Oficial da União (DOU).

O Pé na Estrada comparou os valores publicados hoje com os valores anteriores. Todos os exemplos foram tirados de sites que divulgam frete de transportadoras.

reajuste da tabela de frete

Não sabe calcular o piso mínimo? Clique aqui e aprenda passo a passo.

Confira aqui os números atualizados para fazer o cálculo.

Exemplo 1 – Tabela A

Usamos essa tabela por se tratar de um caminhão e não apenas do cavalo mecânico.

Origem: Rio Verde/GO

Destino: Caruaru/PE

Número de eixos: 3

Produto: Diversos (carga geral)

Distância: 2.453 KM (google maps)

Na tabela anterior, publicada em janeiro, os valores do piso mínimo para o cálculo seriam esses:

  • CC = 236,21
  • d = 2.453 KM
  • CCD = 2,4922

O valor mínimo do frete era equivalente a R$ 6.349,57.

Na tabela nova, publicada nesta quarta-feira, os valores para o cálculo são:

  • CC = 236,21
  • d = 2.453 KM
  • CCD = 2,6879

O valor mínimo do frete equivale a R$ 6.829,62.

A diferença entre os dois valores é de R$ 480,05.

No site em que este frete foi divulgado, o valor oferecido era de R$ 9.300,00, mais a descarga.

Exemplo 2 – Tabela A

Origem: Rio Verde/GO

Destino: Cambará/PR

Número de eixos: 7

Produto: Granel sólido

Distância: 773 KM (google maps)

Na tabela anterior:

  • CC = 468,41
  • d = 773 KM
  • CCD = 4,6824

O valor mínimo do frete era equivalente a R$ 4.087,90.

Na tabela nova:

  • CC = 468,41
  • d = 773 KM
  • CCD = 4,9759

O valor mínimo do frete equivale a R$ 4.314,78

A diferença entre os dois valores é de R$ 226,88.

No site em que este frete foi divulgado, o valor oferecido era de R$ 1.950,00.

Você também pode calcular o piso mínimo usando o nosso aplicativo TRUCÃO. Em breve, os valores serão atualizados por lá.

O reajuste com os preços mínimos do frete rodoviário considerou, além da atualização do preço do diesel, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Repercussão negativa do aumento

Mesmo com o reajuste do piso mínimo publicado pela ANTT e a iniciativa de zerar os impostos federais do governo, diversos setores da economia estão criticando os sucessivos aumentos do diesel e a dificuldade de repassá-los ao frete.

Para debater o assunto, o Pé na Estrada faz hoje, às 18h, uma live discutindo o porquê da situação e quais caminhos estão sendo pensados para resolvê-la.

Acompanhe pelo: Youtube, Facebook ou Instagram.

 

Por Wellington Nascimento

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Você pode gostar
posts relacionados