segunda-feira, setembro 20, 2021

ANTT publica reajuste do piso mínimo de janeiro de 2021

Na última terça-feira, 19, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou o reajuste do piso mínimo de janeiro. A ANTT fez a alteração pela Resolução Nº 5923, aprovada no dia 18 desse mês.

valores do piso minimo de janeiro

O reajuste acontece em meio a uma movimentação de um grupo de caminhoneiros para uma greve nacional da categoria no dia 1º de fevereiro.

Por que houve a mudança? A Lei 13.703/2018 prevê uma atualização dos valores do piso mínimo por pelo menos duas vezes ao ano, em janeiro e em julho, motivo na qual a ANTT publicou os novos valores no Diário Oficial da União (DOU).

A última atualização nos valores do piso mínimo foi em novembro de 2020 devido a alta do óleo diesel de 14,35%.

Comparamos os valores publicados na terça com os valores anteriores. Continue lendo para ver o comparativo.

Todos os exemplos foram tirados de sites que divulgam frete de transportadoras.

formula piso minimo

Não sabe calcular o piso mínimo? Clique aqui e aprenda passo a passo.

Exemplo 1 – Tabela A

Usamos essa tabela por se tratar de um caminhão e não apenas do cavalo mecânico.

Origem: Simões Filho/BA

Destino: Recife/PE

Número de eixos: 3

Produto: Diversos (carga geral)

Distância: 783 km

Na tabela anterior, publicada em novembro, os valores do piso mínimo para o cálculo seriam esses:

  • CC = 229, 29
  • d = 783 KM
  • CCD = 2,4329

O valor mínimo do frete era equivalente a R$ 2.134,25.

Na tabela nova, publicada nesta terça-feira, os valores para o cálculo são:

  • CC = 236, 21
  • d = 783 KM
  • CCD = 2,4922

O valor mínimo do frete agora equivale a R$ 2.187,60.

A diferença entre os dois valores é de R$ 53,35.

No site em que este frete foi divulgado, o valor oferecido era de R$ 1.900,00.

Exemplo 2 – Tabela B

Vamos utilizar essa tabela pois este frete é destinado para quem tem só o cavalo mecânico. No caso, o anunciante é proprietário de uma Carreta LS e precisa apenas do cavalo.

Origem: Cajamar/SP

Destino: Salvador/BA

Número de eixos da composição: 5 (3 da carreta e 2 do cavalo)

Produto: Água mineral em paletes (carga geral)

Distância: 1.932 km

  • CC = 240, 95
  • d = 1.932 KM
  • CCD = 2,8642

O valor mínimo do frete era equivalente a R$ 5.774,58.

Na tabela nova, os valores para o cálculo são:

  • CC = 248,22
  • d = 1.932 KM
  • CCD = 2,9313

O valor mínimo do frete agora equivale a R$ 5.911,49.

A diferença entre os dois valores é de R$ 136,91.

De uma maneira geral, houve um aumento que varia de 2,34% a 2,51%, de acordo com o site UOL.

O reajuste com os preços mínimos do frete rodoviário considera o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país e a atualização do preço do diesel.

 

Por Wellington Nascimento

5 COMENTÁRIOS

  1. Vejo com grande preocupação essa mudança pois, da forma como foi realizada demanda uma análise e gera uma preocupação para aqueles possuem veículos com mais de 3 eixos. Devido a essa mudança, vai ocorrer um aumento da demanda por veículos de 3 eixos na tentativa de economizar os custos com frente por parte das transportadoras e uma queda significativa para aqueles que possuem veículos com mais de 3 eixos. Esses terão maior dificuldade em encontrar fretes, já que o custo feito por veículos com 3 eixos será menor. Outro aspecto está ligado ao reajuste, que não representa uma melhora ou vantagem, devido ao seu baixo valor, para aqueles que possuem veículos maiores, pois esses também têm custos maiores de deslocamento. Enfim, devemos aguardar para vermos como o mercado vai se comportar diante dessa nova mudança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados