quarta-feira, setembro 30, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Após 21 dias de interdição, Mogi-Bertioga é liberada para tráfego

- Publicidade -

Rodovia Mogi-Bertioga é liberada para tráfego. Nesta quarta-feira, 2, o governador Márcio França liberou o tráfego da Rodovia Dom Paulo Rolim Loureiro (SP 098), a Mogi-Bertioga. A abertura foi decidida após vistoria técnica constatar que o declive do Km 89 apresenta estabilização satisfatória para a segurança dos usuários. A rodovia ficou interditada por 21 dias, após deslizamentos ocorridos no trecho.

Mogi_Bertioga_e_liberada
Imagem: Jonny Ueda/Estadão Conteúdo

O trabalho de vistoria incluiu as equipes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Defesa Civil do Estado de São Paulo, Policia Rodoviária, Instituto Geológico, Fundação Florestal, Prefeitura de Mogi das Cruzes e Prefeitura de Bertioga, e foi pessoalmente acompanhado pelo governador.

 

Alerta aos motoristas

O DER alerta os motoristas para o estreitamento de pista em vários pontos onde as obras de contenção dos declives ainda continuarão a ser executadas no decorrer da semana, de segunda a sexta-feira. Aos sábados, domingos e feriados, os serviços serão interrompidos para facilitar o escoamento do tráfego.

Provocada pelo encharcamento do solo em decorrência das fortes chuvas, os deslizamentos ocorridos em 11 de abril provocaram instabilidade e diversas rochas de grande porte deslizaram para a pista. Todo o material rochoso que se encontrava na pista foi fragmentado e retirado.

Já o trabalho no topo do declive é ainda mais complexo. Rochas consideradas de grandes proporções – de até 500 metros cúbicos de volume – localizadas a 200 metros de altura e com risco de queda, também estão sendo fragmentadas e em seguida serão realocadas.

No mesmo local, máquinas trabalham na formação de bermas de equilíbrio – espécie de degraus que garantem estabilidade e seguranças às encostas.

Ao mesmo tempo, durante todo o feriado, as equipes do DER trabalharam continuamente para concluir o muro de contenção, tipo gabião, com grades e pedregulhos, assim como os serviços para retirar a terra e recuperar o pavimento asfáltico, danificado pelo peso das rochas que cederam.

Também estão sendo construídos muros de contenção e estabilização de talude nos seguintes pontos da rodovia: Km 82, Km 87, Km 87,9, Km 88,8 e Km 89.

 

Adaptado de Secretaria de Logística e Transportes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados