A Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) quer participar da administração do Sest/Senat, hoje comandado pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Essa foi uma das propostas defendidas durante um debate sobre o marco regulatório do Transporte Rodoviário de Carga (TRC), realizado na sede da entidade, na última segunda-feira, 4, em Curitiba.  O evento contou com a presença do presidente da comissão especial que trata do projeto de lei 4.860 (marco regulatório), deputado federal Toninho Wandscheer (PROS-PR).

“Até 2012, os autônomos não contavam com uma confederação. A CNTA foi criada naquele ano e agora queremos ser incluídos na administração do Sest/Senat”, defende o presidente da CNTA, Diumar Bueno.

Outra proposta que foi encaminhada aos deputados é a revogação do artigo 23º do projeto de lei, que impede os autônomos de serem contratados diretamente por embarcadores. “Não pode haver esse cerceamento. É inconstitucional. Fere o livre mercado”, afirma Bueno.

Para mais informações, confira a matéria completa da Revista Carga Pesada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here