quinta-feira, setembro 16, 2021

Bolsonaro conversa com caminhoneiros para desbloquear rodovias

Após as mobilizações de 7 de setembro e a continuidade das paralisações de rodovias no dia 8 e começo do dia 9, presidente Jair Bolsonaro se reúne virtualmente com representantes de caminhoneiros para tentar desbloquear vias.

 

Apoio e pedidos

Há muitos meses os caminhoneiros vinham sendo chamados para participar das movimentações do dia 7 de setembro. O cantor Sérgio Reis foi um dos primeiros a convocar a categoria, porém, após má repercussão e investigações policiais sobre o assunto, retirou-se do movimento e isolou-se, anunciando que não participaria mais das mobilizações.

O caminhoneiro conhecido como Zé Trovão também convocou a categoria. Contra ele, existe um pedido de prisão, que foi decretado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. O pedido de prisão atendeu a pedido da PGR, Procuradoria-Geral da República. Mesmo foragido, ele seguiu convocando a categoria.

O próprio presidente pediu a participação da categoria, assim como apoiou as paralisações de 2015 e 2018. Entretanto, na noite do dia 8 de setembro, Bolsonaro pediu, via áudio, para caminhoneiros desbloquearem as rodovias:

 

“Fala pros caminhoneiros aí, que são nossos aliados, mas esses bloqueios atrapalham nossa economia. Isso provoca desabastecimento, inflação, prejudica todo mundo, especial os mais pobres(…). Deixa com a gente em Brasília aqui agora (…).”

 

O pedido pegou caminhoneiros mobilizados de surpresa, pois o movimento já tinha deixado claro, desde muito antes do 7 de setembro, que a mobilização tinha data para começar, mas não para terminar. O próprio Zé Trovão fez um vídeo, apelando pelo apoio do presidente e pedindo que ele fizesse então o apelo pessoalmente, e não via áudio.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, foi quem confirmou, ainda na noite de 8 de setembro, a autenticidade do áudio de Bolsonaro. Na manhã de hoje, dia 9, o presidente mais uma vez pediu o fim dos bloqueios. Em sua usual conversa diária com apoiadores que o esperam na saída do Palácio do Planalto, ele reafirmou o pedido e disse que conversaria com os caminhoneiros.

Zé Trovão segue foragido e segue pedindo para que a categoria continue mobilizada. A PRF tenta negociar o destravamento de rodovias pelo País. Santa Catarina e Mato Grosso são os estados onde mais existem pontos de bloqueios. Em outros, existe movimentação, mas sem paralisação de rodovias e sem a obrigatoriedade de parada para veículos de cargas.

 

Reunião com a categoria

Para tentar desbloquear rodovias, Bolsonaro conversa agora, virtualmente, com líderes de caminhoneiros. Como os principais e mais conhecidos representantes do setor eram contrários as mobilizações desde o começo, não é possível saber quais líderes são esses.

A equipe de reportagem do Pé na Estrada só conseguiu confirmar a participação do ministro da Infraestrutura e do próprio presidente. Segundo informações da assessoria do Minfra, a reunião já dura mais de duas horas. Assim que mais informações forem coletadas, esta notícia será atualizada.

 

Por Paula Toco

4 COMENTÁRIOS

  1. Eu sou a favor da greve dos caminhoneiros pois ninguém está aguentando mais esses valores de combustíveis altos mais nos postos, isso é um absurdo e o governo tem medo do Brasil entrar em crise .

  2. Mas uma vez fica claro que a categoria são totalmente desunida, e parece não saberem a importância e o poder que tem para o Brasil, independente qualquer situação política

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados