segunda-feira, setembro 20, 2021

Bolsonaro se opõe às placas Mercosul

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, declarou na última segunda-feira, 5, que se opõe às placas Mercosul. As novas placas têm prazo para serem implementadas em todo o Brasil – até o fim deste ano.

Leia também: Placas Mercosul têm preço reduzido no RJ

“Essas placas não são de interesse nacional (…) No que depender de mim, vamos colocar um ponto final nisso se houver uma forma legal e se realmente for a melhor opção”, disse Bolsonaro em entrevista à Rede Bandeirantes em sua casa no Rio de Janeiro.

Ainda como pré-candidato a presidência do Brasil, o então deputado Jair Bolsonaro, publicou sobre o assunto em sua página oficial no Facebook, dizendo: “Vamos revogar isso em 2019”.

O acordo de integração nessa questão foi assinado em 2010 e a implementação estava prevista para 2016, mas o Brasil iniciou o processo de mudança das placas para o padrão Mercosul apenas em setembro deste ano, depois de adiá-la três vezes. O prazo de adequação vai até dezembro de 2023.

Argentina e Uruguai que, junto com Paraguai e Brasil formam o bloco do Mercosul, já usam o modelo unitário de placas, que tinha por objetivo facilitar a circulação e criar um banco de dados conjunto.

“Pedi um estudo mais acurado (…) Acredito que essa unificação de placas do Mercosul só vai trazer transtornos para nós e mais despesas para os proprietários de veículos”, assinalou Bolsonaro.

 

E agora?

Se essa decisão for levada adiante, como ficam os motoristas que já mudaram as placas de seus veículos? Hoje, apenas o Detran RJ está emplacando de acordo com o novo modelo, mas a tendência é aumentar o número de veículos rodando com a nova placa. O Detran da Bahia já publicou uma Portaria determinando a implementação desta exigência.

De acordo com a Resolução 729/18 que está em vigor até o trânsito em julgado da ação civil pública que questiona a adoção das novas placas, o novo modelo de identificação veicular deve ser implementado por todos os Detrans até o dia 1º de dezembro de 2018.

Leia ainda: Novas placas Mercosul não serão obrigatórias para todos; clique e entenda

Nova Resolução da ANTT, entenda o que muda na Lei do Frete Mínimo

 

Adaptado de Estado de Minas e Portal de Trânsito

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados