sexta-feira, setembro 24, 2021

Comissão discute obrigatoriedade de exame toxicológico

Nesta terça-feira, 22, a Comissão Especial que altera o Código de Trânsito Brasileiro promove uma audiência pública para discutir a obrigatoriedade de exame toxicológico.

Leia também: Por que o exame toxicológico não é exigido para quem tira carteira AB?

exame toxicológico

O exame toxicológico é exigido para motoristas com categorias C, D e E da carteira de habilitação. O teste utiliza uma tecnologia capaz de detectar o contato do condutor com substâncias psicoativas, por meio da análise de cabelo, pelo ou unha.

Porém, uma das ideias do presidente Jair Bolsonaro para as leis de trânsito é que o exame deixe de ser obrigatório para que o custo de renovação do documento seja diminuído. 

Foram convidados para a sessão representantes do Departamento Nacional de Trânsito, Polícia Rodoviária Federal, Ministério Público do Trabalho, SOS Estradas, ONG Trânsito Amigo e outros.

O deputado Hugo Leal, que também foi convidado para a audiência, se diz contra o fim da obrigatoriedade do exame.

“A própria Associação Brasileira de Medicina de Tráfego e outras entidades que inicialmente tinham alguns obstáculos com relação ao exame toxicológico hoje reconhecem, pelos resultados, que eles têm trazido um efeito positivo do ponto de vista de livrar o trânsito dessas pessoas que infelizmente, às vezes por desvio ou por doença, fazem uso dessas substâncias”, explica Leal.

 

Por Pietra Alcântara com informações do Portal do Trânsito

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados