segunda-feira, agosto 10, 2020
- Publicidade -

Como aumentar a vida útil dos pneus de veículos de carga?

- Publicidade -

Os pneus constituem um dos itens mais importantes dos caminhões. Além de suportarem a carga e absorverem as irregularidades do piso, eles são responsáveis por transferir toda a potência da tração e frenagem do veículo ao solo. Além disso, eles representam um alto investimento dentro da planilha de custos dos frotistas e empresas. Por estes motivos, aumentar a vida útil dos pneus é fundamental para favorecer a segurança ao motorista e gerar ganho em quilometragem rodada, aumentando assim seu custo benefício.

aumentar a vida útil dos pneusOs 5 ladrões de quilometragem

Uma metodologia de grande impacto para aumentar a vida útil dos pneus de caminhão, tanto em primeira vida quanto reformados, é o controle dos “5 Ladrões de Quilometragem”: Alinhamento, Balanceamento, Calibragem, Desenho de Banda e o Emparelhamento. Se estes itens não forem bem avaliados e corrigidos, cada um deles, por si só, pode reduzir  a quilometragem do pneu de 20% até 40%.

Ou seja, um pneu que poderia rodar 80 mil quilômetros, vai rodar somente entre 48 e 64 mil. O custo disso pode ser alto. Um motorista que roda 10 mil kg por mês, por exemplo, poderia trocar os pneus a cada 8 meses se cuidasse bem. Deixando de alinhar, balancear, calibrar e etc, e com isso fazendo 6o mil km por banda, a troca passa a ser a cada 6 meses. Ou seja, ao invés de trocar 3 pneus a cada 2 anos, ele terá que trocar 4. Se um pneu custa, em média, R$ 1.500,00, a cada dois anos ele perde R$ 1.500,00 por pneu. Se considerarmos uma carreta de 18 pneus, serão R$ 27.000,00 de perdas em 24 meses. Faz ou não faz diferença?

Outras dicas para aumentar a vida útil dos pneus

O rodízio de pneus também é essencial. Ele evita o desgaste irregular, fazendo com que o desgaste aconteça de maneira mais uniforme, prolongando assim a vida útil do produto. Outra dica importante é manter os pneus distantes dos derivados de petróleo ou solventes. Estes produtos atacam a borracha, fazendo com que ela perca suas propriedades físico-químicas e mecânicas, reduzindo a vida útil.

A recapagem, que permite reaproveitar com total segurança o pneu usado e adicionar a ele uma nova banda de rodagem (parte que entra em contato com o solo), também é uma prática consolidada no Brasil. A fabricante de pneus Bridgestone destaca que, se realizado por um revendedor credenciado e com suporte do fabricante, o pneu reformado pode rodar tanto ou mais que um pneu novo e com 1/3 do valor de um pneu original.

E você, cuida bem do seu pneu? Veja outras dicas de economia para o caminhão aqui.

Fonte: Adaptado de José Carlos Quadrelli, gerente geral de Engenharia de Vendas da Bridgestone

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados