domingo, setembro 20, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Coronavírus: trabalhadores do Porto de Santos pedem posicionamento

- Publicidade -

Nesta sexta-feira, 20, o Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp) faz uma reunião para decidir se as atividades do Porto de Santos serão paralisadas, diante da propagação do coronavírus.

Leia também: Governo anuncia medidas para conter coronavírus na economia

porto de santos
Imagem: Santos Port Authority

Trabalhadores estão aguardando a reunião e um posicionamento da administração do Porto de Santos. “Foi decidido que os trabalhadores vão aguardar para que o Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp), em reunião já agendada para a próxima sexta-feira, se pronuncie sobre todas as demandas discutidas”, afirma presidente do Sindicato dos Estivadores do Porto de Santos (Sindestiva), Rodnei Oliveira Da Silva, em uma rede social.

Segundo Nei, na quarta-feira, 18, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, ligou pessoalmente para ele e demonstrou sua preocupação com o tema. O assunto é sensível, já que esses trabalhadores podem ficar sem renda diante de um afastamento.

“Após a ligação, passei todas as informações aos presentes na reunião e, com isso, algumas decisões foram anunciadas como, a continuidade da escalação presencial no Posto de Escalação (P3), o cancelamento temporário do sistema biométrico, álcool em gel em todos os portões e a garantia que todos os métodos de prevenção serão tomados”, acrescenta.

 

Adaptado de Globo Rural

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados