quinta-feira, agosto 13, 2020
- Publicidade -

Corpo de caminhoneiro desaparecido é encontrado; há suspeita de roubo de pneus

- Publicidade -

O corpo do caminhoneiro desaparecido desde 6 de janeiro, Ezequiel Fernando Schneider, de 41 anos, foi encontrado na noite da quarta-feira, 16, em Ampére (PR), segundo a Polícia Civil de Pinhalzinho, no Oeste catarinense. Um suspeito foi preso pelo crime na mesma semana, em Chapecó.

Segundo a Polícia Civil, Ezequiel saiu com o veículo de Goiás e tinha Chapecó como destino final para a entrega da carga de cereais. Mas, de acordo com as investigações, a rota foi alterada e o veículo foi abandonado no pátio de um posto às margens da BR 282, em Saudades, localizada a 67 quilômetros de Chapecó.

Leia também: Caminhos para combate e prevenção de roubo de cargas

caminhoneiro_desaparecido
Imagem: Polícia Civil/ Divulgação

A carga de cereais não foi roubada e o celular de Ezequiel ainda estava dentro da cabine. A única alteração, segundo a polícia, estava nos pneus, que eram novos e foram trocados por velhos. Por isso, há a suspeita de que Ezequiel sofreu uma tentativa de assalto, que resultou em sua morte.

Buscas

O corpo foi achado após 11 dias do desaparecimento da vítima, por volta das 19h, às margens da PR 182, em uma área de capim alto, segundo o delegado Arthur de Oliveira Lopes. A polícia utilizou um drone durante os trabalhos para mapear as áreas de busca no local. Ezequiel era natural de Cruzeiro do Sul (RS).

caminhoneiro_desaparecido
Policiais utilizaram um drone para encontrar o corpo às margens da rodovia | Imagem: Polícia Civil/Divulgação

“O reconhecimento foi feito por familiares por meio das vestimentas e objeto encontrados. No entanto, o corpo da vítima estava em avançado estado de decomposição”, disse o delegado.

A equipe de agentes da delegacia de Pinhalzinho se deslocou até o Paraná para verificar o corpo. Na manhã de quinta-feira, 17, a Polícia Civil do município ainda prestará mais informações do caso em uma coletiva.

“São duas linhas de investigação, uma delas latrocínio. Mais algumas informações ainda não serão prestadas para não atrapalhar o andamento do caso”, completou o delegado.

Preso

Na última sexta-feira, um homem de 29 anos foi preso em Chapecó suspeito de participação no desaparecimento do caminhoneiro. Para o delegado Lopes, ele executou a vítima. O suspeito foi detido em cumprimento a um mandado de prisão temporária. De acordo com a polícia, ele tinha o paradeiro desconhecido desde o fim de semana do desaparecimento da vítima.

O suspeito prestou depoimento na Polícia Civil e segue preso temporariamente na Unidade Prisional Avançada de Maravilha.

Assista: Roubo de pneus

Desaparecimento

O último contato com a família, que mora no Rio Grande do Sul, foi na noite de sábado, 5. O caminhão dele foi encontrado com as peças trocadas e com manchas de sangue. A família dele encontrou o veículo por meio do GPS. O caminhão passou por perícia e foi levado para a Delegacia de Pinhalzinho.

Adaptado de G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados