segunda-feira, agosto 10, 2020
- Publicidade -

Dia do médico: avaliação anual para motoristas pode se tornar obrigatória

- Publicidade -

Nesta quinta-feira, 18, é comemorado no Brasil o Dia do Médico. O quão esse profissional é presente na sua vida? Fazer exames com regularidade podem fazer diferença na sua saúde a longo prazo.

Pense o seguinte: é preferível fazer manutenção preventiva em seu veículo, uma vez que esse tipo de manutenção prevê futuros problemas no caminhão, que poderiam se agravar com o tempo. Consertar o bruto só quando ele pára de rodar, ou seja, optar pela manutenção corretiva, nem sempre é um bom negócio. Por que seria diferente com seu corpo?

Veja também: 8 práticas que podem acabar com seu caminhão

Sobre esse assunto, um projeto de lei quer tornar obrigatória uma avaliação médica anual para motoristas profissionais do transporte autônomo de cargas. O Projeto de Lei 4.365/16, do Senado, já foi aprovado pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público em abril deste ano e segue em tramitação. O que você pensa sobre essa ideia?

 

Avaliação médica 

O texto do projeto lembra que os caminhoneiros autônomos estão submetidos a condições desfavoráveis como jornada de trabalho desumana, com carga horária excessiva; estresse psicológico em função de prazos de entrega de mercadorias; precariedade de rodovias; e risco de sofrer roubos e latrocínios.

Costumam ser comuns, entre esses profissionais, problemas de saúde como prevalência aumentada de hipertensão arterial, refluxo gástrico e distúrbios do sono e do aparelho locomotor, entre outros. Segundo o Ministério Publico do Trabalho, o setor de transporte de cargas lidera o ranking de mortes no trabalho.

O projeto, que tem caráter conclusivo, ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Ouça o podcast: CAMINHONEIROS E A LUTA CONTRA O SOBREPESO

 

SUS e atendimento

A proposta muda a Lei 13.103/15. Segundo o texto, os exames periódicos serão realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), já que os motoristas autônomos não costumam ter planos de saúde.

O autor da proposta, senador Eduardo Amorim, afirma que os caminhoneiros não são atendidos pela Lei Orgânica da Saúde, que declara ser atribuição do SUS a saúde dos trabalhadores.

dia_do_medico_sus

Confira ainda: Posso usar o mesmo exame toxicológico?

Amorim considera que, na prática, geralmente “as empresas têm que providenciar serviços de saúde ocupacional para o atendimento de seus empregados, pois o SUS atua timidamente nessa área”. Com a aprovação da lei, o atendimento do SUS aos caminhoneiros será obrigatório.

De acordo com a proposta, a avaliação médica periódica dos motoristas, por meio de programa de saúde conduzido pelo SUS, trará indiretamente benefícios a toda sociedade brasileira, pois trará mais segurança às estradas e melhorará a qualidade do transporte de cargas no País.

Porém, o texto deixa algumas questões em aberto. Uma vez que as filas para atendimento no SUS são grandes e demandam tempo, o motorista terá de perder um dia de trabalho para realizar a avaliação? Quais são os exames incluídos? Haverá penalidade para o profissional que não realizar a avaliação?

E você, o que acha do projeto de lei?

 

Por Pietra Alcântara com informações da Agência Câmara

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados