segunda-feira, agosto 10, 2020
- Publicidade -

É possível fazer com que as horas de espera se tornem úteis

- Publicidade -

Como bem define o jornalista Gustavo Queiroz, a vida do motorista é “O cotidiano da espera”. É espera para tudo, carregar, descarregar, carimbar nota e tantas outras coisas. Mas se esperar é uma certeza, por que não usar essas horas para fazer algo que te traga benefícios?

Alguns aproveitam para limpar a cabine, polir tanques e dar um “trato” no caminhão, a maioria conversa com os amigos, faz comida, outros ficam na internet, no Facebook, tem até aqueles que pegam um violão e relembram modas. Tudo isso é bom, mas existem outras opções que podem trazer melhorias pessoais e profissionais, por exemplo, você já pensou em fazer um curso de direção econômica enquanto espera a carga? Na internet você encontra diversos cursos para baixar e fazer quando tiver um tempo livre. (veja links no fim da matéria)

O Sest Senat também disponibiliza vários cursos online, alguns, inclusive, de graça. Outra possibilidade são os cursos de línguas, que podem ser adquiridos em bancas de jornal e vêm com CD e livro. Para quem faz MERCOSUL, ter uma boa noção de espanhol é de muita ajuda, para todos que trabalham com um computador de bordo, saber um pouco de inglês também melhora o entendimento da sua ferramenta de trabalho. Na internet é possível encontrar diversos cursos online gratuitos.

Quem não completou os estudos pode fazer o ensino fundamental (primário e ginásio) e médio (colegial) por programas como o Telecurso, onde o aluno pode estudar por conta com os livros do programa, pode assistir às aulas pela televisão ou intenet e depois faz a prova para obter seu diploma.

Uma das melhores opções para as horas de espera é a leitura. Um livro é fácil de encontrar, de carregar e te leva para longe, além de contribuir para que o motorista melhore o seu português e com isso se apresente melhor na empresa e no cliente, aumentando seu diferencial no mercado. Outra vantagem de ter um bom português de adquirir mais conhecimento, é não ser passado pra trás. Se você tem que assinar um contrato por exemplo, vai poder ler e entender exatamente o que está assinando, também diminui as chances de cair em armadilhas de seguradoras, financeiras e outras instituições que, ocasionalmente, podem tirar proveito da baixa instrução do motorista.

O Ceasa de São Paulo deu um passo para ajudar o estradeiro a ler mais, é o projeto Entreposto do Livro, que funciona no prédio do jornal Entreposto, no Edifício Sede II (ao lado da farmácia). O projeto é muito próximo de uma biblioteca, qualquer pessoa pode fazer a carteirinha, mediante apresentação de um documento com foto, pegar um livro emprestado e tem uma semana para devolver ou fazer a renovação, caso não tenha terminado de ler. Quem tem livros parados em casa também pode levá-los e eles ficarão a disposição de outros leitores. Segundo o pessoal que trabalha no local, são poucos os motoristas que se interessam pelo espaço, mas quem passou por lá, aprovou.

“Nossa, é muito bom ter essa opção, porque a gente chega aqui todo dia às 3h da manhã e espera até umas 3h da tarde e não tem o que fazer nesse tempo, aí poder ler um livro é uma distração e aumenta o entendimento da gente.” diz o motorista Marcelo Gomes, mais conhecido como Delão.

Uma última dica é ler o código de trânsito, assim você se inteira dos seus direitos e deveres na estrada, não cai nas mãos de autoridades que queiram “inventar” leis e dirige dentro dela.

Resumindo, o tempo de espera pode ser bem cansativo, mas também pode ser útil para que o motorista melhore seus conhecimentos em diversas áreas e com isso tenha ganhos no seu dia a dia. Veja os links abaixo e comece a dar uma nova função para as horas paradas.

Cursos de direção defensiva e econômica:

São muitos disponíveis. Se alguém fizer um deles, por favor nos conte como foi.
www.direcaodefensiva.net
www.buzzero.com

Cursos Sest Senat:
www.sestsenat.org.br

Cursos de línguas:
A Publifolha tem a coleção 15 minutos para diversos idiomas. O Italiano foi testado e aprovado pela redação aqui do Pé na Estrada. Ele pode ser encontrado em bancas de jornal. O site Duolingo também foi testado, nele é possível aprender inglês, espanhol, alemão, francês e italiano.
Duolingo

Telecurso:

O Telecurso vem há anos formando adultos que não terminaram a escola.
Telecurso

Informática:

Cursos de Excel podem ajudar o motorista a criar planilhas de controle de gastos, fretes, viagens e muito mais.
Iped

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados