sábado, outubro 23, 2021

Eixo SP responde acusação de corte de árvores nativas

O palco do momento é a SP 294, estrada que liga as cidades de Bauru e Marília, no interior de São Paulo. Recebemos um vídeo do parceiro Eduardo Marques de Almeida, um estradeiro aposentado de Oriente, em São Paulo. Ele relata que na rodovia, várias árvores têm sido cortadas na região pela concessionária do trecho, a Eixo SP. Eduardo afirma que a empresa tem feito corte de árvores nativas próximas à rodovia.

Leia também: Pedágio da BR 393 no RJ tem redução na tarifa

corte de arvores nativas
Eixo SP responde acusação de corte de árvores nativas | Imagem: Arquivo Pessoal

“A Eixo cortou daqui até lá embaixo, uma média de 30 árvores, entre nativas. Mangueira, abacateiro, árvores que não podem ser cortadas porque são nativas. Querem cortar o pé de manga, dizem que cai manga no para-brisa dos carros. Barbaridade!”, relata no vídeo.

 

O que diz a Eixo SP sobre corte de árvores

Segundo a concessionária, as árvores podadas na região estão dentro da “faixa de domínio das rodovias” e o corte é uma “obrigação do contrato de concessão”. Confira a nota na íntegra:

“A Eixo SP Concessionária de Rodovias informa que as podas e supressões de árvores que estão sendo realizadas, dentro da faixa de domínio das rodovias, tratam-se de obrigação do contrato de concessão firmado, cujo objetivo é a segurança dos usuários. A concessionária esclarece também que o licenciamento necessário foi solicitado junto aos órgãos competentes conforme a legislação vigente.”

 

E você, já passou por esse trecho? O que pensa sobre o corte de árvores na região?

 

Por Pietra Alcântara

7 COMENTÁRIOS

    • Devastar as margens da rodovia é mais fácil porque evita despesas futuras com manutenção e limpeza. Essa é a verdadeira justificativa da EIXO SP. Não tem nhenhum respeito com o meio ambiente e menos ainda com os usuários e cidadãos. Além disso, fecham entradas de estradas municipais que existem há décadas para canalisar os carros para os pedágios. Usam a rodovia como se fosse propriedade dela e não uma concessionária de serviço.

  1. Sou contra, cortaram angicos aqui no trecho de Batatais-SP.
    Foi só trocar a Admistradora do pedágio que fizeram essa barbaridade, bem perto da própria praça de pedágio uns 500 MT. Estavam Atrás dos guardrails, ñ atrapalhava em nada, árvores sadias.

  2. O comentário em si mostra o descaso da EIXO SP com o povo e o meio ambiente de SP . Se isso fosse justificativa, as demais rodovias de SP estariam sofrendo a mesma devastação que ela promove – o que não é verdade. De longe, das estradas sob concessão, as que estão sob a EIXO SP são as mais devastadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados