quinta-feira, outubro 29, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Entenda a tolerância de 2 graus para as traseiras de caminhões

- Publicidade -

A Resolução 479 do CONTRAN regulamentou a polêmica sobre arquear a traseira do caminhão. Segundo a nova norma, será permitida uma inclinação de até dois graus, mas muita gente ficou na dúvida sobre o que isso significa. Então vamos entender exatamente o que diz a resolução:§2º Nos veículos com PBT acima de 3.500 kg:I – em qualquer condição de operação, o nivelamento da longarina não deve ultrapassar dois graus a partir de uma linha horizontal.

Veja na figura abaixo: o chão é a linha horizontal, ou seja, o correto seria que a longarina de um caminhão ficasse paralela a essa linha no chão, mas é permitida uma inclinação de até 2º.

E quanto dá isso em cm? Depende do tamanho do caminhão. A cada metro, a altura pode variar 3,5cm.

A Polícia Rodoviária Federal já recebeu orientações para fazer a medição e multar quem estiver fora desse padrão. Mesmo quem tem a mudança no documento, terá que se adequar à norma. Veja a forma de medição que a PF vai empregar, que, aliás, é mais simples e o motorista pode fazer em seu próprio caminhão para ver se está dentro da norma.

Quem estiver fora da norma está cometendo infração grave, ou seja, 5 pontos na CNH, R$ 127,69 de multa e retenção do documento. O proprietário terá cinco dias úteis para adequar o veículo e caso isso não ocorra, o veículo será recolhido. As alterações feitas dentro da norma têm que constar em documento ou podem gerar as mesmas multas.

Lembrando que a resolução já está em vigor.

Veja também:

CONTRAN regulamenta o arqueamento de caminhões

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados