terça-feira, agosto 4, 2020
- Publicidade -

Estado de São Paulo tenta acordo local com os caminhoneiros

- Publicidade -

Em reunião com algumas lideranças locais, o governador de São Paulo Márcio França anunciou cinco medidas para tentar acabar com a greve dos caminhoneiros no estado de São Paulo.

São Paulo tenta acordo local com os caminhoneiros
Rodovia Régis Bittencourt no sábado 26 de maio.

  1. Garantir que os 10% de desconto dado pelo governo federal chegue às bombas de combustível;
  2. Isentar o pagamento de pedágio de eixo erguido em caminhões vazios nas rodovias estaduais a partir das 0h de terça-feira;
  3. Cancelar todas as multas aplicadas no estado durante as manifestações;
  4. Incluir um representante dos caminhoneiros autônomos na agência reguladora dos transportes no estado, a Artesp;
  5. Oferecer um regime diferenciado de IPVA para o caminhoneiro autônomo.

Em contrapartida, o estado espera a liberação imediata da Rod. Régis Bittencourt e que todos o estado esteja livre de manifestações até terça-feira.

São Paulo tenta acordo local com os caminhoneiros
Rodovia Régis Bittencourt com concentração de caminhões no sábado 26 de maio de 2018

O outro lado

Alguns caminhoneiros parados na Rodovia Régis Bittencourt se mostraram a favor dos itens do acordo, mas não quanto a liberação da rodovia hoje, pois acreditam que ela só deve ser liberada quando as medidas entrarem em vigor. Outro ponto levantado foi o apoio vindo de outros estados. Se os caminhoneiros paulistas aderirem ao acordo, enfraquecerão os outros movimentos, deixando de apoiar colegas de outros estados.

 

Situação atual das paralisações

Embora exista uma divulgação de que quase metade dos pontos foram liberados, é necessário lembrar que os motoristas estão aglomerados nas imediações das rodovias, sem ocupar faixas de rodagem e acostamentos, porém continuam parados.

 

Por Paula Toco

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados