quinta-feira, agosto 5, 2021

Ford encerra de vez produção de veículos no Brasil

A Ford encerra de vez a produção de veículos no Brasil. O anúncio aconteceu nesta segunda-feira, 11. A montadora mantinha fábricas em Camaçari (BA) e Taubaté (SP), para carros da Ford, e em Horizonte (CE), para jipes da marca Troller.

Leia também: Validade da CNH volta a valer em 2021

comprar fabrica da ford
Ford encerra de vez produção de veículos no Brasil | Fábrica da Ford em São Bernardo (SP). Imagem: Ford/Divulgação

A empresa, entretanto, continuará comercializando carros no Brasil. Eles serão importados principalmente da Argentina e do Uruguai. A Ford disse ainda que vai garantir a manutenção do veículos já vendidos no país.

Em 2019, a Ford Caminhões encerrou operações em sua fábrica de São Bernardo do Campo (SP). Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a montadora foi a que mais teve redução nas vendas de caminhões em 2020, com percentual de redução de 91%.

Dentre as instalações atuais, será mantido o Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, além do campo de provas e da sede administrativa para a América do Sul, ambos no estado de São Paulo.

 

Motivos para encerramento

Em comunicado divulgado à imprensa, a fabricante diz que a decisão foi tomada “à medida em que a pandemia de Covid-19 amplia a persistente capacidade ociosa da indústria e a redução das vendas, resultando em anos de perdas significativas”.

De acordo com o G1, a montadora afirma que “desde a crise econômica em 2013, a Ford América do Sul acumulou perdas significativas” e que a matriz, nos Estados Unidos, tem auxiliado nas necessidades de caixa, “o que não é mais sustentável”.

A montadora cita ainda a recente desvalorização das moedas na região, que “aumentou os custos industriais além de níveis recuperáveis”, e mencionou a pandemia e a ociosidade nas linhas de produção, “com redução nas vendas de veículos na América do Sul, especialmente no Brasil”.

Com a decisão, os modelos nacionais terão suas vendas interrompidas assim que terminarem os estoques. A empresa garante, porém, que todos os clientes seguirão com assistência de manutenção e garantia.

O plano de reestruturação da empresa também afetou outros países nos últimos anos. Foram fechadas fábricas na Austrália, após 91 anos no país, e na França, em Blanquefort. Na Europa e Estados Unidos, a montadora anunciou demissões em 2019.
 
 
Adaptado de G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Você pode gostar
posts relacionados