segunda-feira, outubro 19, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Governo anuncia financiamento de R$500 milhões para o setor de máquinas agrícolas

- Publicidade -

Na última segunda-feira (29) começou a 26ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação. Voltada para tecnologia, produtividade e ciência na área do agronegócio, a feira acontece no município de  Ribeirão Preto, interior de São Paulo,  até dia 3 de maio.

Veja também: Governo anuncia linha de crédito para caminhoneiros autônomos de até R$30mil

Foto da ministra Tereza Cristina anunciando sobre o financiamento no setor de máquinas agrícolas
Foto: Ministério da agricultura

Financiamentos

Com o objetivo de incentivar as  compras no evento, bancos pré-aprovaram R$ 6 milhões em linhas de crédito para os produtores rurais.

A ministra da agricultura, Tereza Cristina, anunciou durante a cerimônia de abertura, um adicional de  R$500 milhões do governo federal para os financiamentos de máquinas agrícolas. O montante ainda será válido para o Plano Safra de 2018/2019 que terminará em junho. Os detalhes do próximo Plano Safra 2019/20 serão divulgados no dia 12 de junho.

“Os agricultores estão otimistas, esperançosos nesse novo governo, nessa nova época que o Brasil vive. Eles gastaram o dinheiro todo antes do tempo. Então, o nosso Plano Safra acabou lá em dezembro”, afirma a ministra. 

Discurso de Bolsonaro

Bolsonaro no evento 26° edição do Agrishow em Ribeirão Preto
Foto: Weber Sian/ ACidade ON

A cerimônia de abertura também teve o discurso do presidente Jair Bolsonaro afirmando para os ruralistas sobre um novo projeto de lei, que irá para votação na Câmara dos deputados: o direito do produtor rural de ter  posse de armas para defender sua propriedade privada.

Ainda segundo o presidente, vai ser encaminhado para a Câmara a possibilidade do produtor rural, ao tentar proteger sua propriedade rural ou sua própria vida, entrar no  “excludente de ilicitude”,  previsto no artigo 23 do Código Pena l Brasileiro, que não considera crime os casos de legítima defesa, estado de necessidade ou estrito cumprimento de dever legal regular do direito. 

Ainda em seu discurso, Bolsonaro pediu para o presidente do  Banco de Brasil, Rubem Novaes,  presente no evento, diminuir os juros dos empréstimos no setor agrícola, após anunciar  valor de R$1 milhão para o seguro rural.

“Eu apenas apelo, Rubens, me permite fazer uma brincadeira aqui. Eu apenas apelo para o seu coração, para o seu patriotismo, para que esses juros, tendo em vista você parecer-se um cristão de verdade, caiam um pouquinho mais. Tenho certeza de que as nossas orações tocarão seu coração”, disse Bolsonaro. 

Confira também: Ministra da Agricultura diz que Tabela de Fretes é perversa com caminhoneiro

 

Por Isabella Gonçalves com informações do Portal UOL e G1

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados