terça-feira, outubro 26, 2021

Governo aprova campanha que visa a diminuição de mortes no trânsito brasileiro em até 50%

Na última segunda-feira (13), foi aprovada, em reunião do Conselho Nacional de Trânsito, o Contran, a campanha Juntos Salvamos Vidas, que tem como intuito conscientizar a sociedade sobre os riscos existentes nas vias. O projeto tem como prioridade a diminuição de mortes no trânsito brasileiro em até 50%. O programa terá início em 1° de janeiro de 2022.

A reunião presidida pelo Ministério da Infraestrutura e integrada ainda por representantes de mais nove ministérios, também deu aval favorável para a revisão do Pnatrans, o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito, que norteia todas as ações dos órgãos e entidades que compõem o Sistema Nacional de Trânsito, o SNT, e afeta toda a sociedade, pois visa a redução do número de acidentes nas pistas.

O que diz o governo?

O secretário-executivo do Contran e diretor-geral do Departamento Nacional de Trânsito, Frederico Carneiro, afirmou que a aprovação do projeto só reforça ainda mais o objetivo do governo de salvar vidas no trânsito. Ele também enfatiza a importância das parcerias para tornar o projeto viável: “Fizemos um trabalho com mais de 100 especialistas, parcerias importantes. Com a consulta da sociedade, vamos trazer a efetividade necessária”, ressaltou.

Carneiro explicou que o Pnatrans foi instituído pela Lei nº 13.614/ 2018, e que, após a próxima revisão, serão instituídos seis pilares fundamentais dentro do projeto: Gestão da Segurança no Trânsito; Vias Seguras; Segurança Veicular; Educação para o Trânsito; Atendimento às Vítimas; e Normatização e Fiscalização.

O intuito do projeto na sociedade brasileira

Transito intenso em uma via urbana. Campanha visa a diminuição de mortes no trânsito brasileiro.
Imagem: PNE

O Juntos Salvamos Vidas, assim como os outros programas sobre a conscientização no trânsito em 2022, irá subsidiar as ações nos órgãos ligados ao SNT, para uma maior segurança nas vias, focando na diminuição do número de mortes no trânsito brasileiro. A princípio, a campanha deverá ser veiculada obrigatoriamente nos veículos de imprensa, a partir do primeiro dia do ano.

“A campanha conversará com pedestre, motorista, motociclista e com quem mais fizer parte do trânsito. Juntos, conseguiremos atingir nossas metas e garantir um trânsito seguro”, cita o secretário-executivo.

Outras deliberações ligadas aos transportes

Na mesma reunião, o Contran também aprovou a minuta de resolução que estabelece os requisitos necessários à circulação de Combinações de Veículos de Carga (CVC) com Peso Bruto Total Combinado (PBTC) superior a 74 toneladas ou inferior ou igual a 91 toneladas, que são destinadas exclusivamente ao transporte de cana-de-açúcar.

Os conselheiros ainda referendaram as deliberações do Contran sobre prazos de processos e procedimentos ligados aos órgãos e entidades do SNT de nove estados. 

Veja Também: Velocidade e acidentes

Por Daniel Santana com informações do Ministério da Infraestrutura

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados