quinta-feira, junho 17, 2021

Governo de SP quer pedir ressarcimento pela isenção do eixo suspenso

Você se lembra da isenção do eixo suspenso nos estados, uma das reivindicações da greve dos caminhoneiros? O Governo de São Paulo quer entrar na Justiça Federal com ação contra a União pedindo ressarcimento pela isenção do eixo suspenso em caminhões, medida que vigora nas rodovias paulistas.

A ideia é abater da dívida mensal de R$ 1,3 bilhão que o Estado paga à União o valor que as concessionárias paulistas deixam de arrecadar, de aproximadamente R$ 50 milhões por mês.

No fim de maio, o presidente Michel Temer acatou reivindicação dos caminhoneiros em greve e assinou medida provisória proibindo no país a cobrança sobre eixos levantados. A medida retirou receita relevante das concessionárias paulistas, um dos Estados que permitem às empresas de rodovias cobrarem tarifa de pedágio mesmo quando os pneus dos veículos não encostam no chão.

Veja na matéria do repórter Jaime Alves quais são as vantagens e desvantagens da regra sob a visão de um especialista:

 

Adaptado de Valor Econômico

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Você pode gostar
posts relacionados