terça-feira, outubro 19, 2021

LAT.BUS traz novidades para o segmento de Ônibus e Vans com otimismo de montadoras

Na última segunda-feira (20), começou o seminário LAT.BUS Transpúblico, com as principais novidades para o mercado de ônibus e vans na América Latina. Permeadas pelo tema: “O Novo Transporte Público Coletivo”, as montadoras apresentaram suas principais novidades e planejamentos para os próximos anos em diversas coletivas de imprensa ao longo do dia, por meio de lives.

A perspectiva das associações ligadas ao transporte e das montadoras a curto prazo é bastante otimista, muito por conta do avanço da vacinação contra a Covid-19 em boa parte dos países latino-americanos, o que poderá aquecer o mercado de vendas no continente, além da esperada recuperação do turismo em alguns desses países, que é visto por algumas marcas como um possível trunfo na comercialização dos veículos de passageiros.

Na abertura do evento, Luiz Carlos Moraes, presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), falou brevemente sobre os prejuízos causados pela pandemia e enfatizou uma projeção de crescimento com as novidades em ônibus e vans: “Ainda estamos muito abaixo de um mercado que já foi de 30 mil ônibus. Nossa previsão para 2021 é de registrar 16 mil unidades. Mas há uma boa chance de recuperação a partir de agora, principalmente devido ao avanço da vacinação, que permitirá às pessoas voltarem a circular e viajar”, afirmou.

Novidades do mercado

Durante as coletivas, as montadoras divulgaram suas novidades para o segmento de ônibus, micro-ônibus e vans, além de passarem as expectativas e planos para o mercado.

Scania

Em sua coletiva, a Scania focou em apresentar as suas soluções para mobilidade urbana e rodoviária, demonstrando o projeto sustentável existente na composição de seus veículos. A marca também expôs todo o seu portfólio de ônibus, com destaque para os modelos movidos a gás, que já circulam em alguns países da América Latina, como Argentina, Chile e Colômbia. Destaque para as linhas K 400 6×2 e K 440 8×2 rodoviários.

Alguns ônibus da Scania (Divulgação/Scania)
(Divulgação/Scania)

A empresa mostrou bastante positividade em relação ao futuro no mercado brasileiro, devido a projeção da Anfavea que espera uma alta de 13% nas vendas da indústria em 2021, comparada com o período anterior. Segundo informações da Scania, isso se deve a volta da procura dos clientes de ônibus urbano, de fretamento e rodoviário para a efetivação de compras e entregas para o ano que vem.

Outra esperança da marca é o avanço da imunização da população contra o Covid-19, possibilitando a retomada do turismo no país. A Scania estima um aumento no fluxo de passageiros no transporte rodoviário neste ultimo semestre do ano, com um número alto de viagens no período de férias.

Mercedes Benz (Ônibus e Vans)

Já a Mercedes-Benz apresentou duas novidades em relação ao seu portfólio de ônibus. Uma delas é o eO500U, o primeiro chassi elétrico urbano da marca no Brasil que começará a ser produzido no ano que vem em São Bernardo do Campo (SP), sendo que as 150 primeiras unidades já serão utilizadas no transporte público de São Paulo, ainda em 2022. Há alguns dias, falamos sobre esse lançamento da montadora em matéria publicada no nosso site.

Ficha Técnica Chassi Elétrico Mercedes-Benz e500U (Divulgação/Mercedes-Benz)
Ficha Técnica Chassi Elétrico Mercedes-Benz e500U (Divulgação/Mercedes-Benz)

Também foi anunciado para o mercado latino-americano, uma nova configuração para o OF-1730, ônibus de motor dianteiro com cerca de 300 cavalos de potência. Essa unidade traz um entre-eixos maior, de 6,5 metros, indicado para fretamento. Inicialmente, o Peru será o primeiro país onde o chassi será comercializado, e futuramente, o veiculo deverá ser introduzido em mercados de outros países do continente.

Uma outra novidade apresentada pela marca alemã é o novo servidor 4.0 para ônibus, com telemetria e conectividade, que estará disponível também em 2022. Segundo a Mercedes, essa é uma inovação exclusiva para o segmento e fará monitoramento e diagnósticos de falhas no veículo em tempo real.

Em relação às vans, a marca divulgou todo o seu portfólio mais recente deste tipo de veículo e apresentou a Nova Sprinter 19+1, com tecnologias já conhecidas como o ABA (Assistente Ativo de Frenagem), além da entrada dos passageiros pela porta dianteira, um diferencial que pode facilitar o embarque e desembarque, sendo feito pelo próprio motorista, sem a necessidade de uma pessoa para auxiliar no processo.

Iveco

O Novo Chassi da Iveco, o 10.190, lançado na LAT.BUS (Divulgação/Iveco)
O Novo Chassi da Iveco, o 10.190, lançado na LAT.BUS (Divulgação/Iveco)

A Iveco apresentou em sua coletiva o novo 10.190, que segundo a marca chega para se tornar o “Melhor chassi de Micro-ônibus do mercado”. Segundo a montadora, o  PBT de 10,5 toneladas, o torna o maior entre todos os chassis de micro-ônibus que, combinado à maior potência e maior torque da categoria (190 cv e 610 Nm), dão ao modelo uma versatilidade que permite uma série de implementações para micro-ônibus em aplicações urbanas, fretamento e turismo.

Além disso, o 10.190 vem equipado com transmissão de seis velocidades, o único no segmento com a sexta marcha, podendo permitir melhor escalonamento e, por consequência, maior economia de combustível.

Volvo

A montadora apresentou em sua coletiva o projeto “Ônibus por Assinatura”. Segundo informações da própria Volvo, o projeto é uma nova modalidade financeira para os operadores de ônibus rodoviários, que podem colocar os veículos na estrada sem qualquer investimento inicial, pagando apenas uma parcela mensal. Essa opção permite que o transportador utilize o veiculo por um período pré-determinado entre 36 e 60 meses, podendo devolvê-lo ao final do contrato.

A Volvo apresentou um projeto “Ônibus por Assinatura”, em sua coletiva
(Divulgação/Volvo)

Inicialmente, será uma oferta limitada de veículos nessa modalidade. Os serviços agregados, como a manutenção, tacógrafo, despachante e até gestão de frota são definidos de acordo com a operação de cada transportador, sob medida. Além disso, o transportador poderá escolher o que fazer ao término do contrato: devolver o bem ao Banco Volvo ou ofertar uma proposta de compra e permanecer com o veículo definitivamente.

Volkswagen (Caminhões e Ônibus)

Reforçando a sua importância no mercado brasileiro, a montadora alemã apresentou em sua coletiva na LAT.BUS 3 novos chassis de seu portfólio. O 10.160, é o novo modelo de micro-ônibus da Volkswagen, que tem como diferencial um maior número de poltronas em seu interior, visando conforto e distanciamento entre os passageiros. O veículo pode ser aplicado nas versões urbanas, fretamento e turismo.

O Chassi 10.160 OD, da Wolks (Divulgação/Wolkswagen)
O Chassi 10.160 OD, da Volks (Divulgação/Wolkswagen)

As outras novidades da marca foram o Volksbus 15.190 ODS, que possui suspensão pneumática, algo inédito nesta categoria de chassi, e o Volksbus 22.280 ODS, chamado também de “super-ônibus”, o veículo conta com uma carroceria de 15 metros, possuindo um terceiro eixo direcional na tração dianteira.

Os eventos da LAT.BUS 2021

O evento seguirá durante a semana, de 21 a 23 de setembro, com debates e palestras com temas que envolvem o mercado de ônibus urbanos e rodoviários. As sessões serão transmitidas em lives pela plataforma criada pela organização da LAT.BUS. Para assistir, basta se cadastrar em https://amppexperience.com.br/lat-bus-2021/ e acompanhar o seminário na integra.

Veja Também: Iveco lança caminhão para coleta de resíduos, o Tector Auto-Shift Coletor

 

Por Daniel Santana

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados