Desde 8 de julho de 2016 a Lei do Farol Aceso está valendo, mas as dúvidas sobre ela continuam pipocando a todo momento. Por isso agrupamos várias perguntas e suas respostas. Se a sua dúvida não estiver respondida aqui, deixe em seus comentários. Aproveite e compartilhe com os colegas do trecho para que todos fiquem bem informados.

0 – A lei está valendo?

Em alguns locais sim. Circularam vários boatos de que a lei tinha sido vetada. Eles foram fruto de edições maliciosas de falas de deputados, porém a lei não foi vetada. Já no dia 02 de setembro de 2016, o juiz Renato Borelli, da 20ª Vara Federal do DF, suspendeu a aplicação de multas em decorrência da lei. Segundo ele, as rodovias não são sinalizadas de forma a mostrar ao usuário onde acaba o perímetro urbano e onde começa a obrigatoriedade do farol aceso. Assim, ele decidiu que até que as estradas recebessem a estrutura necessária, ficaria suspensa a lei em todo o Brasil. Leia mais sobre a suspensão aqui. Porém, no dia 19 de outubro a Procuradoria Regional da União da 1a Região decidiu que sejam retomadas as fiscalizações em locais onde haja a sinalização correta. Segundo o documento, em rodovias que não cruzam trechos urbanos, “é possível a aplicação das sanções”, já em rodovias “que atravessem áreas urbanas, a aplicação da sanção legal somente se mostra possível se a rodovia estiver sinalizada como tal”. Como este entendimento pode dar margem para interpretações subjetivas, é melhor rodar com faróis acesos em todas as rodovias.

1 – O que exatamente diz a lei?

A Lei 13.290 modifica o Art.40 do Código de Trânsito Brasileiro e diz: “o condutor manterá acesos os faróis do veículo, utilizando luz baixa, durante a noite e durante o dia nos túneis providos de iluminação pública e nas rodovias;”

Mas vamos combinar, por mais boa intenção que o deputado deve ter tido ao fazer a Lei do Farol Aceso, ela não foi bem pensada ou estudada. No entendimento do autor da lei, ligar os faróis traz quase nada de custos e muitos benefícios. Mas isso foi feito pensando no carro, onde essa afirmação pode ser verdadeira. Agora, em um caminhão com muitas lâmpadas e que roda muitas horas por dia, o impacto é considerável.

A lei também pecou na área técnica, excluindo tecnologias modernas como o farol diurno, o DRL. Também não envolveu montadoras na conversa para que elas pudessem apresentar soluções já existentes e propor novas.

2 – Na cidade também precisa acender os faróis?

Não. A lei é clara quando especifica rodovias. Mas atenção aos trechos de rodovia que cruzam cidades. Se o trecho foi municipalizado e passou a ser uma rua ou avenida, aí não precisa acender os faróis. Mas alguns trechos atravessam as cidades e ainda assim mantêm o status de rodovia. Nesses trechos a lei é válida e os faróis têm que estar acesos.

A lei do farol aceso não abrange cidades
A lei do farol aceso não abrange cidades

3 – A Lei do Farol Aceso vale para vicinais?

Sim. A lei vale em estradas federais, estaduais, de pista simples ou dupla. Ou seja, pegou uma estrada qualquer que seja, acenda os faróis.

A lei do farol aceso vale para todo tipo de estrada
A lei do farol aceso vale para todo tipo de estrada

4 – As luzes de LED, as DRLs, também conhecidas com luz dia, são aceitas?

De forma geral, sim. O farol tem o objetivo de iluminar. Já a DRL foi desenvolvida exatamente com o objetivo de tornar o veículo mais visível. Não faria sentido que a lei não incluísse esse dispositivo. Entretanto, no texto em si ela não aparece então, no dia 07 de julho, o DENATRAN confirmou que esses faróis de rodagem diurna (outro nome para a DRL) atendem sim a lei, conforme Resolução 227/2007 do CONTRAN. Já o CONTRAN não se posicionou ainda, então algumas corporações, como a Polícia Militar Rodoviária, ainda estão discutindo se aceitarão ou não a DRL. Porém as polícias estaduais de Minas Gerais e Bahia já nos afirmaram que aceitarão sim a DRL. A Polícia Rodoviária Federal já afirmou que também aceitará a luz diurna.

A DRL atende a lei do farol aceso
A DRL atende a lei do farol aceso

5 – E faróis de milha ou neblina, também valem?

Não. Só valem farol baixo e DRL. Todos os outros tipo de iluminação estão fora.

Mitos e verdades sobre a Lei do farol aceso
Milha, neblina e outros auxiliares não valem na Lei do farol aceso

6 – Preciso ligar lanternas?

Na teoria não. Nada na lei fala sobre lanternas e elas não servem para o dia, mas geralmente elas estão diretamente ligadas ao farol baixo e ligam ao mesmo tempo. Caso o seu veículo possua ligações separadas, não há necessidade de ligar as lanternas.

A lei não fala nada sobre lanternas
A lei não fala nada sobre lanternas

7 – Posso colocar um relê para ligar só o farol baixo?

Não. Segundo Mithermayer Menabo Junior, gerente de Engenharia Elétrica da MAN Latin America, ligar o relê diretamente no alternador não traria nenhum problema para o funcionamento do caminhão, porém a questão é que a Polícia Rodoviária Federal já se manifestou dizendo que isso seria uma violação da Resolução 227/2007 do CONTRAN no anexo 4.3.7. O Anexo afirma que a luz baixa pode ser ligada e desligada automaticamente. Porém é necessário que haja uma maneira de também ser feito manualmente. Com um relê ligado diretamente no alternador, algo feito por um eletricista, o motorista não consegue desligá-lo manualmente.

Em outubro a Bosch lançou um outro tipo de relé, ligado na bateria, que permite a ação manual do motorista e assim poderia ser usado neste caso. Leia mais sobre o lançamento aqui.

Relê não danifica o caminhão, mas é proibido
Relê não danifica o caminhão, mas é irregular

Menabo afirma que a montadora está em contato com a Anfavea e os órgãos do governo, incluindo a PRF, para tentar chegar a uma solução para a questão que permita que os motoristas cumpram a lei do farol aceso mas sem grandes impactos no custo. Por enquanto o engenheiro desaconselha a instalação para evitar multas.

Conversamos também com a PRF, que confirmou a informação. Embora afirme que a alteração é difícil de ser identificada, se for, vai gerar multa.

8 –Aumenta o consumo de combustível?

Não. Apesar de muito se falar sobre o aumento do consumo de combustíveis, o alternador não tem um peso significativo nesta conta, segundoLuiz Pigozzo, especialista em condução extra econômica. Pigozzo afirma que o ar condicionado, um pneu não calibrado frequentemente ou não fazer alinhamento são fatores que fazem uma diferença muito maior no bolso quando o assunto é combustível.

Lei do farol aceso não aumenta o consumo de combustível
Lei do farol aceso não aumenta o consumo de combustível

9 – Diminui a vida útil da bateria?

Se bem cuidada, não. De acordo com Daniel Lovizaro, gerente de Assistência da Bosch, se o sistema elétrico do veículo estiver com o funcionamento adequado e com a manutenção preventiva em dia, não haverá impacto para a bateria. Isso porque após ter dado partida no motor do veículo, o responsável por alimentar todos os consumidores elétricos é o alternador e não a bateria.

Mas podem ocorrer impactos por efeitos indiretos como: falta de manutenção preventiva ou corretiva no sistema elétrico do veículo – fugas de corrente, curtos circuitos ou instalações elétricas indevidas, além de falhas no alternador do veículo, o que pode ocasionar problemas na recarga da bateria.

As baterias não são afetadas pelo uso prolongado do farol baixo
As baterias não são afetadas pelo uso prolongado do farol baixo

E claro, se os faróis forem esquecidos ligados, aí sim a bateria pode descarregar e, se isso ocorrer repetidas vezes, a vida-útil dela tem redução.

Ainda de acordo com a Bosch, uma dica para quem tem veículos de 2008 para trás é desligar os equipamentos como ar-condicionado, rádio e faróis, antes de dar a partida, pois esses dispositivos estão ligados diretamente na bateria – não contam com sistema de gerenciamento de energia. Já nos modelos de 2009 em diante, isso não interfere. Esses carros contam com sistema de gerenciamento de energia, que liga os  componentes somente depois que o motor está em funcionamento. Esse conceito também é valido para ônibus e caminhões.

10 – Danifica o sistema elétrico do veículo?

Não. Segundo Mithermayer Menabo Junior, gerente de Engenharia Elétrica da MAN, o alternador é preparado para receber toda a carga que o caminhão pode gerar (lâmpadas, faróis, ar-condicionado, rádio, etc) e por longos períodos de tempo, ou seja, deixar o sistema de luz ligado todo o tempo não vai gerar sobrecarga nem afetar o funcionamento do veículo.

Deixar as luzes acesas não danifica a parte elétrica do caminhão
Deixar as luzes acesas não danifica a parte elétrica do caminhão

11 – Aumenta o consumo de lâmpadas?

Sim. As lâmpadas têm seu prazo de validade estimado em horas e como elas devem ficar muito mais horas acesas, provavelmente seu ciclo de troca ficará menor. E aqui está um dos maiores problemas que serão enfrentados pelos caminhoneiros com a nova lei.

Um caminhão tem muitas lâmpadas. São muitas as chances de uma delas queimar sem que o motorista perceba. Como elas agora ficarão mais ou menos o dobro de horas ligadas, isso aumenta muito a probabilidade de o motorista rodar com alguma queimada. E aí?

Lei do Farol Aceso vai gerar maior gasto com lâmpadas
Lei do Farol Aceso vai gerar maior gasto com lâmpadas

E aí que rodar com a lâmpada queimada é infração de trânsito e dá multa. Muitos motoristas rodam com lâmpadas sobressalentes, exatamente para trocar se alguma queimar no meio da estrada. Vários caminhoneiros relatam ainda que se o guarda parar e eles trocarem a lâmpada na hora, o policial não aplica a multa. Mas isso não é regra. É, na verdade, uma simpatia do policial, que se coloca no lugar do motorista e entende que são muitas lâmpadas e sempre pode haver um problema. Mas se o policial resolver multar, está respaldado na lei. A infração é média e rende 4 pontos na carteira. Por isso, agora será necessário o dobro de atenção com as lâmpadas.

Uma dica é usar as lâmpadas extra-life ou super duráveis. Enquanto as lâmpadas comuns duram entre 500 e 800 horas, as super duráveis chegam a 1.800h.

12 – Aumenta mesmo a visibilidade?

Sim. Mesmo de dia, a luz faz diferença. Afirma-se que ao acender os faróis, a visibilidade do veículo aumenta em 60%. As cores também fazem diferença. Veículos cinza, pretos ou azul-escuro não contrastam com o asfalto e são mais difíceis de se ver. Os pratas ficam quase invisíveis na chuva ou neblina. Para carros e caminhões com essas cores, o farol faz ainda mais diferença. Aliás, se você quiser aumentar a segurança, compre veículos coloridos. Amarelo, laranja, vermelho, verde, todas essas cores aumentam a segurança.

Vamos lembrar também que os olhos humanos foram feitos para “funcionar” a até mais ou menos 15km/h. Essa é a velocidade máxima que o corpo humano atinge. Mais do que isso, nosso campo de visão diminui e a qualidade do nosso julgamento também.

Responda rápido: em qual sentido está andando este carro?

Em qual sentido está este carro?
Em qual sentido está este carro?

Se é difícil ter certeza até parado, imagine a 90km/h. Agora veja este outro.

E este, em que sentido está?
E este, em que sentido está?

Não faz muita diferença? Em situações de sol a pino, que criam “miragens” na pista (efeito de pista molhada), é muito difícil distinguir se um veículo está vindo em sua direção ou indo na direção contrária. Agora imagine que ele está na sua pista. Vindo a 120km/h. Se você também estiver nessa velocidade, cada milésimo de segundo a mais que seu cérebro demorar para entender a direção, pode significar que você não freie ou desvie dele a tempo. Com o farol ligado, você entende a situação de muito mais longe.

13 – E isso aumenta a segurança?

Sim. No Brasil, a maior causa de morte no trânsito são as colisões frontais. Embora sejam apenas 4,1% das ocorrências, causam 33,7% dos óbitos (clique aqui e saiba quais os tipos mais fatais de acidentes de trânsito). Essas colisões acontecem, principalmente, em tentativas malsucedidas de ultrapassagem. Já com a luz acesa, o veículo pode ser visto antes, prevenindo quem vem na direção oposta e evitando acidentes.

Além disso, estar sempre com as luzes acesas evita o esquecimento em túneis, neblina ou chuva. Também no fim da tarde, quando muita gente demora para acender os faróis, o perigo aumenta. Mesmo com o sol forte, muitas vias possuem trechos de sombra, que com o efeito da mudança de iluminação nos olhos do condutor, fazem com que o outro veículo fique quase invisível. Acender os faróis melhora a visibilidade e consequentemente a segurança em todas essas situações.

Não é à toa que muitos países já adotaram a medida. A NHTSA, associação norte-americana de segurança rodoviária, afirmou que acender os faróis de dia reduziu em 5% as colisões entre carros e em 12% os acidentes envolvendo pedestres e ciclistas (2a maior causa de mortes no trânsito brasileiro). Outros países reportaram situações semelhantes. Na Suécia as colisões caíram 11% e na Dinamarca e Hungria, 8%. No Canadá, os acidentes foram reduzidos em 11%.

No Brasil muitos caminhoneiros já adotavam a prática mesmo antes da Lei do Farol Aceso. Veja o que o pessoal do trecho pensa sobre o assunto.

 .

14 – Pode haver desvantagens?

Pode. Nem tudo são flores. Além do custo maior com lâmpadas, estudos em países que já adotaram a medida há mais tempo registram algumas dificuldades. Uma delas é em relação ao uso da luz diurna, a DRL. Alguns motoristas que usam o dispositivo acabam se esquecendo de ligar os faróis quando cai a noite, ou pensam que a DRL vale como iluminação. Esses motoristas, por esquecimento ou desconhecimento, acabam rodando no escuro, colocando a segurança em risco e podendo levar multa, afinal, de noite só valem os faróis e lanternas.

Muita gente acaba esquecendo de ligar o farol baixo quando cai a noite
Muita gente acaba esquecendo de ligar o farol baixo quando cai a noite

Outro problema é que antes o farol ligado era usado somente por motociclistas, então isso os diferenciava no trânsito. Agora, como os carros também estarão acesos, será necessário dobrar o cuidado para não confundir os dois no trânsito rápido ou na falta da visão em pontos cegos.

15 – Qual é o tipo de infração?

A Lei do Farol Aceso institui infração média para quem a desobedecer. São 4 pontos na CNH e multa de R$ 85,13. Lembrando que a partir de novembro o valor das multas de infrações médias muda para R$ 130,16.

Aliás, vale lembrar que em novembro muitas outras coisas mudarão no código de trânsito. Clique aqui e veja todas da mudanças que estarão em vigor.

Por Paula Toco

 

61 COMENTÁRIOS

  1. Essa norma so veio para gerar custo elevados em tudo, quanto mais colocar acessorio ligado no veiculo mas enegia o alternador vai ter que gerar e nao pensem que o alternador gerar enegia de graça . quanto mais gerar energia mais pesado fica o alternador e por consequencia vai pesar no motor e o motor do veiculo para suprir a necessidade vai enjetar mais combustivel e quem vai pagar a conta nós brasileiros.

      • Vc precisa rever seus conceitos e estudar um pouco mais.
        Qualquer lampada consome e no caso do veiculo, é o alternador o responsavel pela produção de energia, e a rotação do alternador depende da rotação do motor, repare que quando o motor está em marcha lenta e vc liga os farois alto, o motor automaticamene aumena a rotação para suprir a energia que o alternador está pedindo, se o motor estiver parado por exemplo, o alternador não gira, entendeu ou quer que desenhe.

        • Só se for no seu carro porque todos os carros que tive até hoje nunca mudou a rotação do motor por causa do consumo de energia elétrica. Em marcha lenta o alternador já supre a carga máxima de consumo do carro e seria um erro grande de projeto se fosse diferente disso.
          Quando falei em rotação fixa me referi à ligação deste com o motor, diretamente proporcional.
          O fusca, que tinha dínamo, é que não fazia a carga completa em marcha lenta.

          • Boa noite a todos e a vc também Paul Muadib. Agora à noite resolvo pesquisar um pouco sobre essa polemica lei sobre o farol aceso, e durante essa pesquisa encontrei essa pagina com sua explicação e seus devidos comentários. Pois bem, primeiramente me chamo Alexandre Albuquerque e sou técnico em automobilística, por isso me achei no dever de postar alguns esclarecimentos com relação a tal polemica relação segurança X custo. É bem verdade que essa lei traz alguns pontos favoráveis com relação a segurança, pois alguns motoristas desatentos ou mal preparados não fazem uso do farol durante o dia quando a visibilidade natural esta prejudicada, seja por conta de fumaça, neblina e cerração ou chuva intensa. Mas também e sabido que o uso do farol durante o dia em um pais tropical como o nosso com dias e condições de visibilidade natural normal é algo que ao meu ver julgo desnecessário. Digo isto pois como pode alguém ser aprovado por um exame de vista e não conseguir identificar um veiculo vindo em sentido contrario em uma rodovia. Fora isso gostaria também de esclarecer com relação a área técnica que uma lâmpada para gerar iluminação ela desenvolve dois processos físicos que nada mais que transformar energia em calor e após isso transformar calor em brilho. Esse brilho por sua vez gera um raio muito conhecido como raio UV o mesmo que é produzido pelo sol , porem em proporções diferentes, é claro, porem é também do conhecimento técnico que esse raio produzido pela lâmpada mais o produzido pelo sol causa um envelhecimento precoce do farol visto que as lentes de acrílico e os refletores de policarbonato são vulneráveis a isso. Continuando com o raciocínio esse farol ligado também aumenta sim o consumo em qualquer veiculo, porem nos sistemas mais modernos, o alternador e comandado via ECU ( modulo de controle do motor) pois em algumas situações ele consegue reduzir a energia gerada pelo sistema , aumentando com isso a vida útil da bateria, diminuindo o consumo de combustível, e também é claro baixando os índices de emissões. Então diante de tal polemica resolvi fazer esse texto não para corrigir ou chamar a atenção de alguém , mas sim, como já disse para esclarecer alguns pontos técnicos que não é do conhecimento da maioria, que por sua vez fazem julgamentos equivocados a respeito.

          • ” continuando com o raciocínio esse farol ligado também aumenta sim o consumo em qualquer veiculo”.

            Alexandre, alguns poucos carros mais modernos e normalmente modelos premium, conseguem desacoplar o alternador para economizar na massa do conjunto rotativo e com isso exigir menos força do motor e reduzir o consumo. Porém aqui no Brasil a praticamente totalidade dos modelos não possui esse dispositivo. Ou seja, o alternador é acionado por uma correia (dentada ou perfilada) que está ligada à polia do virabrequim. Portanto, estando ou não com o farol ligado, a massa a ser girada é a mesma e consequentemente o mesmo esforço.

          • Caro amigo Paul, não estou advogando em beneficio de ninguém apenas demonstrei o meu conhecimento em relação pois recentemente postei um vídeo feito em um VW Gol 1.0 8V 2003 ( acho que não se enquadra no seu conceito Carros mais Modernos ou ¨Premiun ¨), que demonstra segundo minha tese onde o veiculo em questão aumentava de 3ms para 4ms o tempo de injeção em ML apenas acendendo os faróis e também os índices de CO e HC aumentavam para valores de 12 à18 % suscetivamente a mais , e posso te garantir que nesse carro o alternador não possui aquele tal recurso que mencionei noutra postagen. Alguns países europeus já puderam constatar isso algum tempo e diante de tal fato suspenderam a obrigatoriedade do farol aceso. Não sei qual seu oficio mas antes de mais nada devemos conhecer antes fazermos tais postagens, pois e muito importante e obrigação de cada profissional fazer da internet uma fonte de pesquisa e conhecimento confiável para aqueles que a procuram

          • Então você está afirmando que ao ligar os faróis o consumo aumenta 33% (1ms/3 ms) ? Ou seja, um carro que faria 10 kms/l passa a fazer 6,67 ?
            Neste momento fiz um teste no meu carro, que tem marcador de consumo instantâneo no computador de bordo, e acendendo os faróis não acusou alteração no consumo.

          • Meu caro Paul, por favor, aproveita a oportunidade e aprenda, pois informação boa não é sempre que se consegue de graça. Quando usei como exemplo o tempo de injeção no veiculo anteriormente citado não significava que os valores descritos naquele caso representaria de forma logica um valor de percentual em relação ao consumo, pois as coisas não são tão simples assim como você acha. O tempo de injeção é apenas um; dos determinantes de volume de combustível ejetado, porem não é o único, a também a frequência de pulsos, que representa nada mais que o intervalo entre uma abertura e fechamento na válvula injetora que por sua vez é o chamado de ¨tempo de injeção¨. Mas é logico que esse e mais outros pontos não é do conhecimento do consumidor pois já começa entrar em termos e linguagens técnicas por isso não vou descreve-los. Só para você ter uma ideia cada polia agregada ao motor representa um aumento no consumo, apenas por estar lá, como por exemplo o ar condicionado,que mesmo sem estar ligado está gera um esforço maior ao motor, mas e logico que bem menos do que se estivesse ligado.Basta á você saber que a engenharia nas montadoras trabalham exaustivamente no desenvolvimento e melhoraria de seus projetos onde 3% por exemplo (valor aproximado alcançado pelo gerenciamento eletrônico dos atuais alternadores) representa muito em todos os sentidos que ela simplesmente faz e comemora ao alcançar, para que pessoas comuns como você possa ter o melhor de um produto sem representar um maior gasto. Só para você ter uma ideia o termo Downsizing está sendo cada vez mais empregado na indústria automobilística que por sua vez percebeu que não precisamos apenas de novas formas de energia, basta apenas melhorar o que já temos pois com isso estamos vivenciando uma nova era de motores que por sua vez são menores, menos poluentes e mais eficientes energeticamente. Mas para esses engenheiros esse ganho na media de consumo não representa apenas uma diminuição nos gastos, mas sim e talvez a mais importante, a questão no impacto no campo de emissões para que no futuro pessoas possam ter um planeta melhor para se viver. Ok. Obrigado a todos e também ao Pé na Estrada pelo espaço pois iniciativas como essa são muito importantes para compreendermos melhor a diferença entre os fins e as finalidades.

        • Calma amigo Genesio, quem faz todo o “trabalho” de suprimento de energia, é a bateria, o alternador serve apenas para repor a carga. quando vc acelera o veículo parado, aumenta a rotação do alternador e consequentemente, aumenta voltagem do mesmo, podendo chegar a 14 ou 15 volts, acima dos 12 da bateria, e as lâmpadas do carro clareiam mais, só isso, nada de pesar alternador.

          • Tirando a dúvida para quem não sabe. O consumo do combustível almenta sim. A vida útil da bateria reduz em média de 40%. As lâmpadas reduz cerca de 25% a 50%.
            E almenta o calor no sistema. Pelo fato da soma de calor. Calor do dia de Sol com o calor dos sistemas elétricos com o calor natural do motor.

            Tudo de ruim almenta.
            O gasto.

            Atenciosamente.

          • Vc está enganado. Vc não conhece a lei de Lavoisier (Da Natureza nada se Perde, nada se Cria, Tudo se transforma). Portanto não é possível o aumento de consumo de energia de um lado sem que esta energia seja compensada de outro lado. O que fornece energia para os veículos é a bateria e o gerador mantém a carga da bateria. Se for necessária uma carga maior de energia para manter a bateria, o motor tem sim que compensar esta carga e o consumo de energia aumenta (Lei de Lavoisier), ficando o gerador mais pesado. Caso a bateria esteja com carga máxima o gerador fica leve e o motor trabalha mais livre gastando, portanto, menos combustível. O que ninguém comenta é que o sistema todo de iluminação do veículo vai reduzir a vida útil, principalmente a chave de seta que é integrado e que certamente vai estragar mais rápido. Tudo ISTO POR NADA, pois tudo isto é balela de político para arrecadar mais com objetivo de suprir o rombo do cofre público. Se realmente eles estivessem preocupados em reduzir os acidentes no país deveriam primeiro preocupar em melhorar a qualidade das estradas, seus traçados e suas manutenções. Aí depois tomar outras providências. O que causa realmente acidentes no país são os grandes números de caminhões que transitam nas vias, motoristas que devem ficar um grande tempo nos volantes para compensar a baixa remuneração e alto impostos que pagamos e a péssima qualidade das pistas, tanto em traçado como em manutenção. ISTO É JOGADA POLÍTICA PARA MAIOR ARRECADAÇÃO. O PIOR DE TUDO É QUE O POVO NÃO ENXERGA. VIVA O BRAZIL.

      • quando voce liga um equipamento , a energia da bateria começa a ser , utilizada o alternador entra funcionamento , com isto fica mais pesado para o motor e portanto consome mais combustíveis.

        • O alternador está sempre em funcionamento pois é acionado por correia ligada diretamente num polia do motor.
          E é possível o carro ficar ligado sem bateria pois o alternador abastece com carga suficiente para todo o carro. Faça o teste: dê a partida no carro e retire a bateria..

  2. Bom dia pessoal do pé na estrada, sobre a lei dos Faróis nas rodovias, a dúvida é se as luzes diurna, elas podem ser adaptadas ou seja, podem ser comprada como acessório e ser instalada no veículo? Para substituir o uso do farol baixo? E nos caminhões Scania como o da imagem da reportagem, ele tem estes LEDs na lateral do farol estes LEDs são considerados como os DRLs, as luzes diurnas? Também parabenizo pela excelente reportagem sobre o assunto, texto bem explicativo, tirando muitas dúvidas da nova lei.

  3. Realmente esta lei foi aprovada sem que fossem analizados seus erros e acertos, sem rever leis similares em outros paises. Parece que ela foi feita por leigos. Vejamos, farol baixo não foi desenvolvido pra finalidade de avisar ao veiculo contrario a sua presença. O farol baixo tem a sua iluminação direcionada para o solo a poucos metros do veiculo, sua visibilidade a longa distancia é muito pequena, justamente para não incomodar quem vem a frente. Farol baixo pode ser assimétrico para diminuir ainda mais este incomodo. Ele não vai ser visto a longa distancia durante o dia. O farol diurno é a solução encontrada, foi feito exatamente para atender a este requisito de segurança. Sua luz deve ser intensa, não direcionada para baixo, para que possa ser vista a longa distancia e se utiliza leds para proporcionar maximo brilho com minimo consumo, e alta durabilidade das lampadas. Ele não deve ser utilizado a noite pois pode causar ofuscamento. O sistema pode ser automatizado para manter os farois diurnos ligados durante o dia, ou quando os farois convencionais estiverem desligados.com o veiculo em movimento.

  4. único objetivo é a arrecadaçao com multas, e expoe os motorista a mais custos e abusos por parte de autoridades, porque um veículo com os faróis ligados em sol forte e calor de 40 graus não aumenta em nada a segurança , visibilidade. Basta observar quando voce está em uma rodovia nestas condiçoes citadas , quando voce olha o veículo à tua frente em sentido contrário ou quando voce olha no retrovisor é insignificante o farol aceso . O que pode melhorar a segurança nas estradas é a concientizaçao dos motoristas a dirigirem com mais prudencia e mais responsabilidades , com isso teremos menos acidentes nas estradas como já vem acontecendo em alguns estados mesmo antes desta lei entrar em vigor.
    Falta aos gonvernantes ,mais competencias para resolver problemas como: alcool , drogas e imprudencias que sao os principais causadores de acidentes nas estradas.

  5. Sou motorista autônomo , tenho um caminhão ,trabalho com produtos refrigerados ,todos os equipamentos usados para refrigerar os produtos , usam energia da bateria, que são os seguintes equipamentos: um compressor com uma embrenhagem elétrica, um condensador com uma hélice , um evaporador com duas hélices todos mantidos pelo sistema elétrico.
    Manter faróis ligados durante o dia , no calor muito forte aumenta muito o desgaste da bateria , do alternador e o consumo de combustíveis.
    Sou cumpridor da lei , obedeço rigorosamente a legislação ,mas acho um absurdo, uma obrigação que não trará nenhuma melhoria para a segurança no trâsito. Os únicos que ganham com este sistema saõ : os governos que tem interece na arrecadação e os policiais que recebem comissão por multas.

  6. Em caminhão nao aumenta consumo de combustível por conta de alta potencia dos motores equipados nos caminhões e o alternador mesmo com os faróis ligados nao gera peso suficiente para alimentar o consumo de DIESEL, mas os caminhões não estão livres de desgaste do alternador já que os faróis estão ligado mais energia ele vai gerar já que e ele o responsável por alimentar todo sistema elétrico do veiculo enquanto o motor estiver ligado. “Em todo os veiculo a bateria só serve para da partida no motor e funcionar todo sistema elétrico com o motor desligado”.

    Já em carros de passeio o consumo aumenta porque durante o dia não usa so os faróis tem o ar condicionado e todo sistema elétrico ligado vai pesar o alternador e o motor do veiculo tem que compensar; e a compensacao e feita enjetando mais combustivel. dizem q não aumenta o consumo para nao gerar nenhum inpacto.

  7. Acho que mais pra tirar dinheiro do povo mesmo.Lei sem utilidade nenhuma. País lixo ,governado por políticos lixos.Votemos nulos nas eleições, simples.

  8. Não existe energia de graça, quanto maior o conssumo no sistema, mais força o altenador tem q fazer, pra manter a bateria carregada, isso aumenta o campo magntico no alt. Ficando mais pesado, ou seja mais peso mais força mais conssumo de combustível.

  9. Acredito que é mais uma modalidade de arrecadação de dinheiro, talvez quem sabe, até para fazer caixa para campanha política. Para nós só custo com troca de lâmpadas em período menor de tempo. Esses políticos são todos representantes nosso, mais parecem que se esquecem e se sentem como se fossem donos da gente para empurrar guela abaixo tudo que eles inventam sem nos consultar.
    Nas eleições vamos selecionar melhor quem queremos que nos represente neste país.
    Os buracos nas estradas por desleixo na manutenção e conservação do asfalto causam mais mortes e prejuízo para os brasileiros e seus veículos do que um simples acender de faróis.
    Porque este deputado que teve esta infeliz ideia não cria uma lei para punir os órgãos competentes que descuidam da manutenção das estradas. Sabem por quê? porque isso exigiria cobrar mais empenho dos órgãos competentes que não querem trabalhar querem apenas criar lei para tirar mais dinheiro do povo. De minha parte não me sinto estimulado em votar neste deputado, nem no seu partido.
    Ganha meu voto quem criar lei para melhorar as condições de vida do povo brasileiro com redução dos custos dos impostos e não quem cria despesas e penaliza a população.

  10. As estrelas não são visíveis a olho nu durante o dia, pois a percepção dos olhos à luz diminui à medida que a intensidade de luz aumenta. Tenho certeza que a pessoal que criou a lei não conhece física
    .

    • Pois é, em alguns países da Europa, como a Holanda, o uso dos faróis durante o dia são obritórios, devido a incidência de neblina, quase que constant, oque não é o nosso caso. Ao contrário, um sol de 42ºC do verão carioca, em que ajudaria um farol aceso???

  11. Ola bom dia como todos já puderam ver o telefone celular ou tablete ficam escuros debaixo do sol certo , pois bem o mesmo acontece com o monitor do radar móvel ele também fica escuro debaixo do sol agora quando o seu telefone ou tablete fica escoro debaixo do sol e só focar a câmera em qualquer veiculo com os faróis acesos e ai e possível ver o veiculo mesmo com a tela escurecida ofuscada pelo sol o mesmo acontece com o monitor do radar móvel uma vez que as lombadas eletrônicas estão sendo desativadas esta ai a sua explicação esse negocio de segurança ver e ser visto e papo furado porque farol não e item de sinalização e de iluminação e como eu já expliquei acima só seve mesmo e pra iluminar !!

    • isso ai de farol ligado e o fim picada;vai ver que e pra enchergar melhor os buracos nas estradas;so pro cu desse vagabundo que imventou isso;devia todo mundo se unir e ninguem concordar com essa palhacada,serio,e vergonhoso dizer que a gente e brasileiro.eta pais de merda

  12. No manual do Palio Fire e um Ford Fiesta que possuo esta dito que o uso dos faróis acesos e outros componentes elétricos por exemplo pode ampliar em até 15% o consumo do combustível.

  13. Não consigo entender as leis do brasil,quando inventaram que as motos deveriam transitar de farol aceso para diminuir acidentes foi uma lástima,os acidentes a cada ano só aumenta,e se acham que vai diminuir,estão enganado.Só diminuirão quando o povo tiver educação,bom senso e equilíbrio.É só mais uma maneira de sacanear a população pois daqui a pouco cai no esquecimento como várias leis que não resultaram em nada……..

  14. Caros amigos, recebi uma multa por andar com faróis apagados. O documento que recebi em casa não consta foto, apenas texto. Consta também no campo “Observações” que o PRF estava sozinho na UOP, anotando como uma “Infração visível”. Um outro detalhe é que nem eu, nem o meu carro NUNCA estivemos na cidade (Eusébio-CE) onde foi anotada a tal multa. Não conheço tal lugar. Fui vítima de clonagem, provavelmente. Já busquei registros em câmeras ou bilhetes de shopping pra comprovar que estava na cidade onde resido, João Pessoa (aliás, muito longe dessa tal Eusébio-CE). Gostaria da ajuda de vocês pra saber o que faço?

  15. O problema vem da raiz….o sujeito tira uma carteira na base do tapa, ~sai com a carteira e sem noção !!! … as auto escolas estão mal preparadas prá formar o motorista …. e prá ferrar a lei de transito é uma mãe …. o sujeito mija e caga em cima do que faz qdo tá no formula 1 e nada acontece …. porraaaaaa….o que precisamos é de alguém que trabalhe na chefia do transito com AFINCO…arregace as mangas e TRABALHE !!!… põe os fiscais na rua, manda os guardas trabalharem, coloca sinalização nos lugares que precisa e nos lugares que não precisa… Se é pra melhorar então tem que trabalhar …esse negócio de ficar no escritório não resolve bosta nenhuma …. alguém já viu alguma melhora ??? tá morrendo gnt adoidado no Brasil inteiro !!! BOTA UM SUJEITO QUE QUER TRABALHAAAAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR

  16. tudo bem so que as pessoas que nao da conta de ver um veiculo durante o dia nao pode esta dirigindo e tambem se eles querem assim porque nao tira o exame de vista porque o burro qe deu essa idea deve ser dono de auto peças e so para nois pagar pela a corrupçao e a imcompetecia dos politicos e dos nossos juizes que sao todos iguais vamos nesse movimento se querem farol acesso durante o dia entao eles tiram o exame de vista e tambem por os policias para trabalhare nao ficar avontade igual eles ficam

  17. 8 –Aumenta o consumo de combustível? — Aumenta sim… são 0,404 litro/KWh. (ou, para gerar 1KWh são necessários 0,404 litro de combustível)… Os faróis baixos + meia luz gastam em torno de 0,200 KWh… Temos no Brasil 41.000.000 (41 milhões) de veículos…. Se cada carro acender os faróis uma hora por dia em média, teremos 0,2KWh X 41 milhões = 8.200.000 KWh … para gerar essa energia precisamos de 8.200.000KWh X 0,404Lts/KWh = 3.312.800 litros de combustível a mais por dia (poluindo a atmosfera) … Com o litro de combustível custando em média R$3,70, serão “queimados” 3.318.800 Lts X R$3,70 = R$12.257.360 por dia…. Quem afirmou que não gasta mais combustível??? qual é a formação do cara??? se alguém discorda, corrija aí::: ********** Os carros modernos já vêm de fábrica com sinalização a LED para isso… Gastam um mínimo de energia… ligam-se junto com a ignição, protegem portanto o motorista da armadilha da multa por esquecimento… Isso poderia ser mais inteligente.

  18. Todo componente acionado junto ao sistema elétrico do veículo faz com que o veículo consuma mais combustível, não é a toa que com o ar-condicionado ligado o carro gasta muito mais do que desligado… inclusive no manual do meu diz isso falando dos faróis … A maioria das colisões frontais são causadas por diversas imprudências e não pela falta de faróis… uma delas é ultrapassagens indevidas onde não da tempo e mesmo assim o cara insiste em efetuar a mesma…

    • Exatamente amigo. Com certeza consome mais combustivel, em um trecho de 350 km que eu costumo fazer meu carro que fazia 17km/litro fez 15,4. Talvez para um caminhão até não faça diferença isso mas para carros faz e muita.

  19. Como sempre, as alterações na legislação de trânsito no Brasil são confusas e controversas. Até a gora não tenho certeza se é obrigado ou não, se só nas rodovias com sinalização e também se estiver em vigor, se pode ser a “luz baixa”.

  20. Bom dia.
    Devo usar apenas em rodovias o farol baixo? Entro em trecho municipal, posso desligá-la? Porque muita gente mantém ligadas mesmo em trecho municipal? Porque não tem uma propaganda em nível nacional explicando o que deve e o que não se deve fazer. Cada site diz uma coisa.
    Obrigado

    • Pode confiar no nosso site quanto dizemos que é só na rodovia. Mas como realmente melhora a segurança, muita gente mantém ligado mesmo na cidade. Muita gente também apenas esquece de desligar.

  21. Mais uma lamentável modalidade de arrecadação, onde os interesses direcionados se colocam acima de qualquer outra questão. Isso é fato! Se não, como podem perceber um veículo com farol desligado, vez que como argumentam, o mesmo é quase invisível e ainda, ignoram o fato do Brasil se localizar geograficamente numa posição mais ensolada do mundo. Essa lei é uma piada pra chorar ou pra sorrir?

  22. Entrei no seu site só pra saber pra q radio vc vai. Q bom q continuaremos c vc. Agora é radio capital. A globo vai conseguir perder os velhos ouvintes sem ganhar novos.

  23. Lei nefasta, pois o que causa acidentes são os motorista imprudentes, verdadeiros bandidos das estradas. É sim uma fábrica de multa. Lei absurda, desnecessária.

  24. Pais de merda!!!!?
    Tomei uma multa ontem, 18/06.
    Sai do inicio da minha viagem com destino vitoria x serra cm meu veiculo cm iluminacao e farois td ok!
    Mas como uma Lâmpada queimou e eu n percebi ate pq estava de tarde cm um sol mt forte a prf me parou e me multou por rodar cm uma (Lâmpada queimada!!!!)
    Se ao menos as duas estivem apagadas ou queimadas eu daria razao.. Agr se uma queimar por vc passar num buraco ate pq nossas estradas sao cheias de buracos e sua lampada queimar vc será multado!!!!! Pais de merda….

  25. Aumenta o consumo de combustível?Não! Quanta besteira, e a energia para os farois ligarem vem de onde??? talvez para um caminhão com um motor gigante o peso de um alternador seja insignificante mas para o meu carro 1.0 deu 10% a mais de consumo.

  26. Olha… São 110w só as lampadas tipo H4… Energia não vem do sol, essa energia vem do combustível!!! Aumenta o consumo sim impactando a longo prazo uma maior emissão de poluentes na atmosfera… Já fiz meus cálculos!!! Abraço

  27. alguém PODERIA MIN ESCLARECER POR QUE NÃO PODE TER UM RELE QUE LIGUE O FAROL DIRETO? . QUE LEI DE MERDA E ESSA? EU TENHO UMA MOTO E ELA ACENDE O FAROL IMEDIATO A PARTIDA E NÃO TEM OPÇÃO PARA DESLIGAR E AI?

  28. Se não vejo o automóvel que vem de encontro ao meu! Também não vejo o que está no mesmo sentido que estou indo! E daí coloca-se farol aceso na traseira de todos os automóveis e caminhões?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here