Após fiscalização, Marinha determina a redução da capacidade de balsa de transporte de pessoas e cargas no Rio São Francisco, na cidade de São Romão em Minas Gerais. A vistoria concluiu que a balsa possuía estrutura precária.

capacidade_de_balsa
A fiscalização constatou condições impróprias para o transporte de uma quantidade grande de peso na estrutura.

Na balsa, segundo a capitania dos portos do São Francisco, foi detectada água nos porões e inclinação do transporte para um lado, situações que a tornam imprópria para a navegação.

De acordo com a capitania, foi feita uma interdição da balsa durante parte do dia para os trabalhos de inspeção da Marinha, que aconteceu nessa terça, 27. A fiscalização constatou condições impróprias para o transporte de uma quantidade grande de peso na estrutura. Com isso, a balsa passa a ter autorização para transportar até seis carros de passeio de uma só vez ou um caminhão de pequeno porte sozinho, reduzindo o peso de carga transportado.

Veja também: Como é a travessia por balsas no Macapá?

 

O que diz a prefeitura

O prefeito de São Romão, Marcelo Meireles de Mendonça informou ao Portal G1 que a prefeitura foi notificada pela Marinha sobre as irregularidades que a balsa possuía. Ele informou ainda que a cidade já possui uma balsa nova, que estará disponível para o município em até 10 dias. A prefeitura não informou qual era a anterior capacidade de transporte da balsa.

A Marinha informou que uma nova vistoria será realizada nesta quarta-feira (28) para verificar se a balsa apresenta as condições de segurança.

 

Adaptado de G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here