segunda-feira, setembro 28, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Mercado de caminhões começa 2019 em crescimento forte

- Publicidade -

O mercado de caminhões já encerrou 2018 em euforia, graças ao crescimento de 46% em relação a 2019. Começou o ano também otimista em relação ao seguimento de transporte. E eis que o primeiro resultado do ano veio para melhorar ainda mais as perspectivas. Em janeiro de 2019 vendeu-se 53% mais caminhões do que em janeiro de 2018. Foram 6.986 unidades, ante 4.558 do ano anterior. Quando comparado ao mês de dezembro, fica clara a mudança de patamar. Normalmente janeiro é um mês 19% menor que dezembro, mas desta vez o mercado caiu apenas 8,5%.

mercado_de_caminhoes

O bom momento continua atrelado a melhora estrutural da economia do Brasil. O agronegócio segue também como maior impulsionador desse resultado, já que as vendas dos caminhões extrapesados cresceram 95% quando comparadas a janeiro de 2018, chegando a 3.416 unidades. E isso porque embora a soja não esteja prevista para bater recordes este ano, o volume continua alto. Outro destaque foi o segmento de médios, que passou de 359 unidades em janeiro de 2018 para 818, uma diferença de 127%. Esse, totalmente ligado a melhora da economia.

Assim como divulgado anteriormente, a Anfavea segue acreditando que o bom momento no mercado de caminhões nada tem a ver com movimentação de embarcadores por frota própria. Apesar de muitas empresas terem feito consultas às montadoras após a greve dos caminhoneiros, poucos negócios foram fechados.

 

Ônibus

mercado_de_caminhoes_onibus
Imagem: Mercedes-Benz/Divulgação

O mercado de ônibus surpreendeu crescendo 88,4% em relação a janeiro do ano passado, foram 1.583 unidades contra apenas 848 em janeiro de 2018. Espera-se ainda movimentações de renovação de frota e na cidade de São Paulo o resultado da licitação atualmente em curso ainda pode influenciar os resultados do segundo semestre.

 

Máquina agrícolas

mercado_de_caminhoes_maquinas_agriculas

Depois de um 2018 difícil de quedas nos números, o setor de máquinas agrícolas voltou a crescer. Foram 64,5% a mais de unidades em janeiro de 2019, 2.636 contra apenas 1.602.

O clima deve influenciar na queda do volume de soja, por outro lado, o milho cresce muito e deve reverter essa situação. Sendo assim, o mercado total de grãos seguirá estável e caminhões e máquinas agrícolas se beneficiarão.

 

Exportações

O único setor que realmente caiu foi o de exportação, com 21% a menos de vendas quando comparado com dezembro de 2018 e 46% de queda no comparativo com janeiro de 2018. O grande problema da exportação foi a crise na Argentina. O país hermano é nosso maior parceiro comercial, se eles sofrem, nós sofremos também. Este ano eles enfrentam novas eleições e os resultados podem mudar a economia.

 

Para ver a carta completa da Anfavea, clique aqui.

 

Por Paula Toco

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados