pista_pedagiadaO pessoal reclama que está ruim de carga e ruim de vagas para motorista. Está mesmo, pois até o volume de veículos pesados nas rodovias diminuiu. Se 2015 foi ruim, 2016 começa com indicadores ainda piores.

A informação vem da ABCR, a Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias. O índice mede o fluxo de veículos nas estradas concedidas à iniciativa privada e é produzido em conjunto com a Tendências Consultoria Integrada. Na comparação de janeiro/16 com janeiro/15, o recuo foi de 5,2% no Índice geral, de 9,9% no fluxo de pesados e de 3,9% no de leves.

“O movimento das rodovias concedidas segue refletindo o momento econômico, que nos apresenta indicadores de queda de renda, de produção industrial, de consumo e aumento na taxa de desemprego. A produção industrial de 2015, por exemplo, fechou com um recuo acumulado de 8,3%. Se avaliarmos os dados de fluxo de veículos pesados nas estradas, que historicamente refletem o que acontece na produção e transporte de bens no País, encontraremos a mesma linha de resultados, com uma queda de 9,9% na comparação ano contra ano.”, analisa Rafael Bacciotti, economista da Tendências Consultoria.

Na análise dos últimos doze meses, houve queda de 2,3% no movimento geral, redução de 6,4% no fluxo de pesados e de 0,9% no de leves.

Os indicativos mostram que este será um ano difícil, por isso, aproveite e dê uma relembrada nas dicas do Pé na Estrada para economizar na estrada (clique aqui).

Fonte: ABCR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here