quarta-feira, setembro 30, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

No agro, surto de covid-19 reduz fretes disponíveis

- Publicidade -

Segundo dados da consultoria Cogo – Inteligência em Agronegócio, o surto de coronavírus resultou em redução de fretes disponíveis no segmento, mesmo que os portos estejam operando normalmente. As informações são do Canal Rural.

Leia também: Transporte tem queda de 26% no volume de cargas

“Alguns caminhoneiros estão parando de trabalhar e isso causa demurrage, que é o tempo extra que os navios ficam nos portos no aguardo de serem carregados”, explica o analista de mercado Carlos Cogo.

A redução de fretes disponíveis causa aumento no valor do frete para transporte de grãos, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Em um informativo, o Imea registrou aumento de 5% a 8% no transporte de grãos em alguns trechos de Mato Grosso.

Segundo o instituto, a maioria dos fretes disponíveis está sendo feita dentro do estado. “O trajeto até Miritituba (PA) é praticamente o único (ponta longa) em que a demanda está ocorrendo, pois o trajeto longo requer locais para descanso e reabastecimento, e em alguns outros trechos isso não está sendo possível”, apontou o Imea.

 

Preço do dólar

Quanto à comercialização de soja, o Imea destacou que o dólar acima de R$ 5 beneficia o mercado brasileiro de commodities, principalmente a soja disponível.

Apesar da instabilidade vivida devido à pandemia de coronavírus, a moeda norte-americana valorizada ante o real aumenta a competitividade da oleaginosa brasileira, e a procura chinesa por soja da América do Sul continua forte.

Conforme o instituto, apesar de algumas tradings estarem fora do mercado na última semana, parte das empresas continuou operando no disponível.

“O preço da soja nos portos brasileiros tem entrado em uma crescente valorização desde o início de fevereiro, e alcançou patamares recordes, o que se refletiu nas cotações dentro do estado, um movimento atípico para o período de colheita”, informa o Imea.

 

Adaptado de Canal Rural

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados