sexta-feira, outubro 30, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Pedágios de São Paulo vão aceitar cartões específicos para pagamento

- Publicidade -

Os pedágios nas estradas de São Paulo têm até o final do ano para aderir a nova forma de pagamento determinada pela ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), os cartões específicos ou pré-pagos . 

Imagem: Arquivo Marília Notícia

Confira também: Você sabe quais são pedágios mais caros do Brasil?

Esses cartões são parecidos ao cartão pré-pago já utilizado pelos os caminhoneiros para vale-pedágio, que funciona a base de créditos pré-colocados no cartão, mas com a diferença de serem reconhecidos pelo sistema apenas por aproximação, sem a necessidade de inseri-lo em uma máquina ou de digitar alguma senha, assim como os cartões de ônibus, por exemplo.

A agência, até o momento, não informou a data de implantação da nova modalidade. Atualmente o pagamento é feito em dinheiro, porém a possibilidade de pagar em cartão é uma reivindicação antiga. Entretanto, estudos mostram que os usuários não querem fazer mais um cartão só para o pedágio. 

Uma pesquisa feita pela Martercard com 2.000 de usuários, revela a preferência em pagar no cartão, por causar transtornos na filas.

  • 81% gostariam de pagar o pedágio com cartão de crédito ou de débito por aproximação no sistema.
  • 62% preferiam utilizar seu cartão de crédito ou débito em vez de cartão pré-pago exclusivo para pedágio.

Segundo a diretora de Desenvolvimento de Negócios da Martercard, Fernanda Caraballo, em entrevista dada ao UOL “todos os usuários querem ter praticidade na hora do pagamento, usando cartões que utilizam diariamente. Os usuários desejam conveniência, segurança e facilidade na hora de realizar o pagamento. Ou seja, querem utilizar os meios de pagamento eletrônicos e, de preferência, os que já possuem na carteira, como o cartão de crédito ou de débito.”

O gerente de arrecadações da EcoRodovias, Luciano de Moraes, afirma que além de ser um meio de pagamento em massa, o cartão melhora a experiência do usuário e consegue obter bons resultados no tempo de atendimento. 

Em declaração sobre as medidas mencionadas acima, o diretor geral da Artesp, Giovanni Pengue Filho, afirma que o novo sistema permitirá ampla concorrência.

Os estados de Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, já utilizam cartões de débito e crédito em suas praças de pedágio, mas o padrão nacional deve seguir o modelo paulista.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados