terça-feira, setembro 28, 2021

Pedágios em Santa Catarina recebem instalação de radares – é verdade?

A Superintendência Regional da Polícia Rodoviária Federal em Santa Catarina desmentiu nesta semana, por meio de uma nota, a informação referente a instalação de radares em praças de pedágio do Estado. A PRF informa também não possuiu e até o momento não teve nenhum tratativa com concessionárias para instalação dos equipamentos de monitoramento de velocidade. Portanto, a notícia de que há radares nos pedágios em Santa Catarina é falsa. As informações são da Atual FM.

pedagios_em_santa_catarina

Outro boato de WhatsApp que foi muito divulgado nos últimos dias falava sobre um aumento no valor das multas. Essa informação é verdadeira? Confira clicando no link.

A PRF diz que a informação com origem desconhecida tem sido repassada em grupos de WhatsApp e comunidades nas redes sociais. Apesar de não estar com equipamentos fixos em praças de pedágio a Polícia Rodoviária Federal de Santa Catarina ressalta que os motoristas precisam respeitar a sinalização indicada nos locais. Além disso, não se descarta a fiscalização da PRF com radares móveis nesses locais.

As informações divulgadas por grupos de WhatsApp diziam que havia equipamentos instalados em praças de pedágio em todo o estado de Santa Catarina. Por isso, fica aqui o alerta para não confiar logo de cara nas informações que recebemos via WhatsApp. Mas o que fazer para saber se a informação é falsa ou não?

Veja também: CNH vencida há mais de 30 dias será cancelada – mito ou verdade?

Como identificar uma notícia falsa?

pedagios_em_santa_catarina
Nunca repasse uma informação sem checar antes se ela é verdadeira.

Apesar de enganarem muitas pessoas, as notícias falsas que circulam via WhatsApp costumam seguir um padrão. Esse tipo de mensagem se tornou popular pela facilidade de se criar uma notícia falsa por meio do aplicativo. O uso do WhatsApp muitas vezes é informal e as mensagens podem ser enviadas para centenas de pessoas com apenas um clique – a receita perfeita para criar uma notícia enganosa.

Fique atento às características das mensagens! Confira se elas possuem algum desses aspectos, típicos de uma notícia falsa:

  • Erros ortográficos ou gramaticais;
  • Links para sites duvidosos;
  • Não possui assinatura – ninguém sabe quem escreveu a mensagem ou de onde ela surgiu;
  • Solicita dados pessoais como cartão de crédito, conta no banco, etc;
  • Pede para você repassar a mensagem ao maior número de pessoas possível;
  • Anuncia um acontecimento bombástico – sempre cheque em portais de notícias, como o Pé na Estrada, se o fato realmente aconteceu.

Caso você receba uma mensagem enganosa de um desconhecido, também há a opção de bloquear o contato como spam. Dessa forma, a pessoa não poderá mais te enviar mensagens.

pedagios_em_santa_catarina
Imagem: WhatsApp

E você, o que faz para não cair em notícias falsas?

Por Pietra Alcântara

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados