terça-feira, outubro 19, 2021

Petrobras aumenta preço do diesel em quase 9% nas refinarias a partir de quarta-feira

A Petrobras anunciou mais um reajuste do preço do diesel nas refinarias. A partir desta quarta-feira, 29, o valor médio do combustível vendido às distribuidoras passa de R$ 2,81 para R$ 3,06 por litro, aumento médio de R$ 0,25 por litro.

A alta de 8,89% no preço do diesel acontece após 85 dias de estabilidade no preço do combustível nas refinarias. Este foi o oitavo aumento do diesel no ano e o segundo sob a gestão de Joaquim Silva e Luna no comando da Petrobras. O general assumiu a presidência da estatal em abril.

De acordo com a Petrobras, com o reajuste, o valor do diesel na bomba para o consumidor final ficará R$ 0,22 mais caro em relação ao preço atual.

Segundo a empresa, o aumento reflete parte da elevação nos patamares internacionais de preços de petróleo e da taxa de câmbio.

Petrobras aumenta pela oitava vez o preço do diesel
Este é o oitavo aumento feito pela Petrobras sobre o diesel somente este ano

Veja também: De quanto foi o primeiro aumento no preço médio do diesel nas refinarias sob a gestão do general Joaquim Silva e Luna?

Aumentos esperados, mas abaixo da paridade internacional

Nesta segunda-feira, Joaquim Silva e Luna enfatizou em coletiva de imprensa que a Petrobras não fará mudanças em sua política de preços, que acompanha os valores do mercado internacional e é influenciada pela taxa de câmbio.

A declaração veio logo após o presidente Jair Bolsonaro dizer que discutia com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, formas de diminuir o preço dos combustíveis na “ponta da linha”.

De acordo com a Associação Brasileira de Importadores de Combustíveis (Abicom), apesar do reajuste de quase 9% no preço médio do diesel, o combustível ainda estará custando R$ 0,24 abaixo do preço da paridade internacional, o que indica uma diferença de 7%.

O presidente da Petrobras comentou que a estatal é responsável por cerca de 52% do total do preço do diesel, sendo 48% formado por fatores como impostos federais e estaduais e margem de lucro dos postos. Em relação à gasolina, a petroleira é responsável por cerca de 34%, o que equivale a um valor de R$ 2 sob o preço atual.

Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), na semana passada, o preço médio do litro do diesel registrado na bomba estava em R$ 4,707. Já o preço médio da gasolina atingiu R$ 6,092 no mesmo período. 

 

Por Wellington Nascimento

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados