sábado, outubro 31, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Placas Mercosul são adiadas pela sexta vez

- Publicidade -

Pela sexta vez, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) anuncia adiamento no prazo para que as placas do Mercosul sejam adotadas em todos os estados do Brasil. O prazo estabelecido anteriormente vencia no último domingo, 30.

Agora, os estados e o Distrito Federal têm até o dia 31 de janeiro de 2020 para se adequarem ao novo padrão. A novidade agora é que as novas placas não são mais obrigatórias para transferências de propriedade do veículo, além do visual mais simples.

De acordo com o Ministério da Infraestrutura via O Globo, o adiamento traz consigo regras simplificadas que prometem reduzir os custos das novas placas, como novas normas para credenciamento de estampadores que aumentam a concorrência.

 

Visual simplificado

É a segunda vez que as placas passam por alterações na aparência. Antes, foram adicionados elementos como brasão e bandeira da cidade nas placas Mercosul, alterações fora do padrão estabelecido pelo bloco. Mais tarde, essas mudanças foram canceladas.

O que muda desta vez:

  • Não há mais lacre;
  • Não há mais as ondas sinuosas que cortavam os caracteres;
  • A palavra “Mercosul” estampada nos caracteres deixa de ter acabamento brilhante;

Atualmente, o novo modelo já está em aproximadamente 2 milhões de veículos e em vigor em 7 estados brasileiros: Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul.

Para quem já circula com o padrão Mercosul, não há necessidade de troca pelas placas de visual revisado. Para os estados acima, fica definido o prazo de 2 meses para adaptação.

 

Adaptado de O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados