terça-feira, setembro 28, 2021

Posso amarrar carga de cana de açúcar com cordas?

A produção de cana é uma das principais forças econômicas do nosso país. Quem transporta carga de cana de açúcar sabe que, sem proteção, são grandes as chances da carga cair na estrada durante o trajeto. Além do desperdício, isso pode ser um problema uma vez que traz riscos de acidentes na via.

Mas como proteger a carga? Sobre esse assunto, surgiu a dúvida:

Posso amarrar a carga de cana de açúcar com cordas?

A legislação mais recente sobre o assunto é a Resolução 664 do Contran, publicada em 2017. Ela obriga o uso de “lona, cordas ou dispositivo similar” para o transporte de cana. Então, de acordo com essa resolução, você pode amarrar a carga de cana com corda.

Mas quando usar cada tipo de amarração? A gente te explica. 

Saiba também: Cargas de tiro curto também precisam de amarração?

 

Amarração da cana de açúcar

Como era perigoso carregar cana de açúcar sem proteção, já que o produto se solta com facilidade e pode cair na estrada, o Contran resolveu regular o transporte de cana. Em 2013, o órgão publicou a Resolução 441 para definir como fazer o transporte desse tipo de carga.

Porém, a norma ficou quase quatro anos sem vigorar porque empresas do setor sucroalcooleiro conseguiram prorrogar o prazo, alegando falta de tempo para se adaptarem às normas.

Em julho de 2017, a regra passou a valer. Ela dizia que para o transporte de cana de açúcar picada, o transportador era obrigado a usar lona para cobrir a carga, para impedir o derramamento na via. Para carregar a cana de açúcar inteira, não era obrigatório usar lona, mas sim amarração com cordas.

 

Mudança nas regras

A coisa complicou este ano, quando a Resolução 552 do Contran entrou em vigor para veículos em circulação. Ela muda as regras para amarração de cargas em geral, proibindo o uso de cordas para amarração.

Veja também: Normas para amarração de cargas – o que muda em 2018?

Por isso, de acordo com essa resolução, o mais indicado é que o transporte de cana de açúcar seja feito com amarração de cintas, seja a cana inteira ou picada. Já o uso de lona somente é obrigatório no caso do transporte de cana picada. Para amarrar a lona, é permitido o uso de cordas.

 

O que diz o Denatran

Entramos em contato com o Denatran para falar sobre o assunto. Em resposta, o órgão especificou que quando a cana possui até um metro e meio de comprimento, ao ser transportada em uma carroceria canavieira (como a da imagem), ela pode ser amarrada com cordas.

carroceria_canavieira_randon
Imagem: Divulgação/Randon

Já para a cana picada, em toletes, o órgão recomenda que o transporte seja feito com uma carroceria fechada.

 

O que diz a PRF

Entramos em contato com a Comunicação da PRF, que informou que o transporte de cana de açúcar deve ser feito de acordo com a Resolução 664 do Contran, com o uso de lona, corda ou similares. Segundo eles, tanto cintas quanto cordas e lona podem ser usadas.

 

E você, também tem alguma dúvida sobre o trecho? Fique ligado e acompanhe nossas transmissões ao vivo pela fanpage do Pé na Estrada no Facebook, todas as terças-feiras às 12h30 e as sextas-feiras na página de Pedro Trucão e na Web Estrada, também às 12h30.

 

Por Pietra Alcântara

1 COMENTÁRIO

  1. Segundo a Resolução do CONTRAN nº 441/2013 o uso de cordas (somente cordas) fica restrito ao transporte de cana-de-açúçar quando essa possuir de 1,5m a 3,0m (e não de até 1,5m). Além disso as cordas devem ter espaçamento máximo de 1,5m entre uma e outra. É fácil entender que se a cana tem de 1,5m até 3,0m, o uso de cordas espaçadas, no máximo 1,5m, será suficiente para evitar que a carga caia na via, trazendo risco ao tráfego.

    Resolução CONTRAN nº 441/2013:

    Art. 1º – A. Para os veículos utilizados no transporte de cana-de-açúcar, o uso de lona,
    cordas ou dispositivo similar de que trata o §1º do art. 1º será exigido a partir do dia 1º de
    junho de 2017.
    Art. 1º-B. A utilização de cordas, prevista no art. 1-A, fica restrita a cana-de-açúcar inteira,
    medindo entre 1,50 e 3,00m. Parágrafo único. As cordas deverão ter distância máxima entre
    elas de 1,50m, impedindo o derramamento da carga na via.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados