terça-feira, janeiro 26, 2021

Prefeitura de Santos responde sobre locais de parada e estacionamento

- Publicidade -

Você já carregou na Baixada Santista, em São Paulo. Nas últimas semanas recebemos relatos de motoristas que carregam por lá e que afirmam que não há locais de parada adequados. Como assim?

Leia também: Contran revoga resolução que suspendia vencimento de CNH

locais de parada santos
Prefeitura de Santos responde sobre locais de parada e estacionamento | Imagem: Arquivo pessoal

Segundo os relatos, algumas empresas possuem pátios com tamanho insuficiente para receber todos os motoristas ou, ainda, não possuem pátios. Além disso, no entorno das empresas não há locais de parada ou estacionamento. Muitas vezes caminhoneiros são multados ao pararem em local proibido, o que acontece por falta de opção.

O problema se agrava quando lembrados que a região é portuária e abriga um dos portos mais movimentados do país.

Veja o que alguns motoristas contam:

“Trucão, a situação só piora na Alemoa Santos, não pode isso, não pode aquilo, só lembrando que nessa região praticamente são só caminhões, então não pode estacionar? Isso em praticamente todas as ruas, vamos parar aonde? Na ilha do Barnabé o absurdo é maior”, explica o estradeiro Davi Meira.

“Aqui em Santos não tem lugar pra estacionar os caminhões! O fluxo de veículos pesados é gigante e são poucos lugares para deixar os veículos por pouco tempo. Nos postos de combustível não há estacionamento e onde há, é cobrado R$8 a hora por veículos parado. Isso é um absurdo, uma cidade com a maior base portuária do Brasil e não tem uma área de segurança para os motoristas descansarem em paz até a hora do seu agendamento de carga ou descarga”, relata Marcio Alves.

“Praticamente todos os caminhoneiros conhecem a Baixada Santista e só carregam para quem oferecer pátio e não carregam mais pra esses lugares de descarga de caminhão que não te oferecem o mínimo possível pra gente trabalhar. Moçada não carrega para esses locais que não oferece estacionamento!”, alerta o estradeiro Lima Pereira.

 

Diálogo entre poder público e empresas

Segundo a Prefeitura de Santos, que nos respondeu em nota, as empresas da região têm orientação do Poder Público Municipal para que efetuem agendamentos dos caminhões, tanto para carga quanto para descarga.
 
“A desobediência a esta orientação tem feito com a Polícia  Rodoviária aja com rigor, multando aqueles que dificultam a mobilidade naquela região”, enfatiza a prefeitura, em nota.
 
De acordo com a Prefeitura de Santos, há diálogo constante entre o poder público e os terminais para que haja uma adequação.
 
“Existem pátios que atendam estas necessidades em Cubatão e na Anchieta, no alto da serra. A autoridade portuária tem trabalhado também junto a SPU em Brasília para adequação de um pátio estruturado para caminhões no Saboo”, diz a nota.
 
Veja a resposta completa da prefeitura, na íntegra:
 
“As empresas instaladas nestas regiões tem orientação do Poder Público Municipal para que efetuem agendamentos dos caminhões, tanto para carga quanto para descarga. A desobediência a esta orientação  tem feito com a Polícia  Rodoviária aja com rigor, multando aqueles que dificultam a mobilidade naquela região. De parte do poder público tem havido diálogo constante com os terminais para esta adequação. Existem pátios que atendam estas necessidades em Cubatão e na Anchieta, no alto da serra. A autoridade portuária tem trabalhado  também junto a SPU em Brasília para adequação de um pátio estruturado para caminhões no Saboo.”
 
 
 
Por Pietra Alcântara

6 COMENTÁRIOS

  1. Lamentável tudo isso o caminhoneiro chega no horário agendado e as empresas fala pra aguardar. Esse prefeito aí não faz nada pra ajudar. E nós que trabalha no vira que pega os containers direto do navio e leva pros terminas ficando a mercê desses caras aí.

  2. Sou morador dessa cidade e sou motorista de carreta , atuo na operação do container oque me faz estar com frequencia nesses respectivos locais , e digo que essa é uma nota mentirosa , a prefeitura não tenta dialogo nenhum ela simplesmente põe a placa e , multa , eles querem acabar com os caminhões na cidade é oque da a entender , pois até um bairro a onde o número de caminhoneiros residentes no local é enorme e sempre teve acessos pros seus caminhões recentemente foi todo proibido o acesso ao caminhão , agora me diga como vou pra casa se sou caminhoneiro moro ali e o caminhão fica na minha porta ? Fora isso eles não instruem o terminal e se instruem e os caminhões ficam ao lado de fora eles tem por obrigação multar o causador do problema , mais não eles preferem multar o caminhoneiro pra multar todos os dias , porque se multar a empresa ela fecha e para de pagar o imposto pra cidade , então multa os caminhoneiros e ganha dos dois lados , e vivem a nos multar e não tem ninguém por nós , não tentam nenhuma solução alem de multar , esses respectivos patios que a prefeitura fala é promessa que ouço desde pequeno moro aqui a 26 anos cresci em cima de caminhão o descaso sempre foi esse , é um inferno vim pra ca só venho porque moro aqui , porque pra vim pra Santos vc já inicia a viagem se ferrando pedágio carissimo , serra só a Anchieta que é defasada e qualquer coisa multa e quando chegamos na merda da zona portuaria não podemos parar , os terminais nada fazem alega que não podem fazer nada e nós que nos F*** a multa é nossa não deles , e nesse impasse ficamos e nos prejudicamos e aconselho a qualquer um não venha a Santos aqui não presta ninguém aqui gosta ou quer caminhões …. LAMENTÁVEL . Se não for isso é oque demonstram .

  3. Tudo isso que o colega contou.É a pura verdade.Isso do lado do Guaruja não é diferente.Vejo um descaso com os caminhoneiros que rodam vários km até chegar no destino final da descarga.Mas quando chegam ficam a mercê da situação sem um único lugar pra ficar.No Guarujá à algumas empresas que recebem esses caminhoneiros e ficam numa marginal da Rodovia Cônico Domenico Randon.Que é uma péssima condições de ficar,fora os assaltos que ocorrem sempre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Você pode gostar
posts relacionados