Na tarde desta sexta-feira, na BR 282 em Maravilha/SC, caminhoneiros e Polícia Rodoviária Federal se desentenderam. Os motoristas garantem que não obrigavam ninguém a parar e todos os caminhões ali estavam estacionados por vontade própria. Mesmo assim, contam os autônomos, a polícia interviu. Arrancou as faixas colocadas na rodovia e acusou os motoristas de não estarem preocupados com a população e com o desabastecimento que o movimento podia gerar.

Ao responderem que em toda manifestação alguém é afetado e que a polícia também afeta a população quando faz suas greves, os ânimos se alteraram e a polícia ameaçou prender alguns manifestantes por desacato.

Depois de muita conversa ninguém foi preso, apenas nomes e RGs foram anotados, mas a paralisação na rodovia foi suspensa por enquanto. Novos protestos podem voltar a acontecer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here