terça-feira, dezembro 1, 2020

PRF flagra 1 tonelada de maconha escondida em carreta

Na última terça-feira, 5, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 1.010 kg de maconha em Guaíra, na região oeste do Paraná. A carga estava escondida em carreta.

A droga era transportada em um compartimento oculto na cabine e nos dois tanques de combustível de uma carreta, abordada na BR 163. O motorista foi preso.

Leia também: Pesquisa aponta leve melhora no volume de cargas em maio

escondida em carreta
PRF flagra 1 tonelada de maconha escondida em carreta | Imagem: PRF

 

O flagrante

Por volta das 19h, os agentes da PRF abordaram o veículo, que transportava uma carga de milho, nas proximidades da rotatória da BR 272.

Os policiais rodoviários federais iniciaram uma fiscalização e identificaram, na traseira da cabine, um fundo falso, onde estava parte da carga ilícita. O restante dos tabletes estava acondicionado nos dois tanques de combustível da carreta.

Com 47 anos de idade e morador de Tangará da Serra/MT, o presso disse à equipe da PRF que pegou a carreta em Ponta Porã/MS, já carregada com o milho e a maconha, e que pretendia levá-la até Medianeira/PR.

A PRF registrou a ocorrência na Delegacia da Polícia Federal em Guaíra.

 

CNH cassada

O crime de tráfico de drogas tem pena prevista de cinco a 15 anos de prisão. A lei determina que o condutor de veículo que for utilizado para a prática de receptação, descaminho e contrabando, caso seja condenado por um desses crimes em decisão judicial, terá sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) cassada ou será proibido de obter a habilitação para dirigir pelo prazo máximo de cinco anos.

A lei, que foi sancionada no início de 2019, visa impor ao motorista a responsabilidade de se certificar se a carga é ilícita, sob o risco de ter sua carteira de motorista cassada e ficar impossibilitado de trabalhar.

 

Adaptado de PRF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Você pode gostar
posts relacionados