terça-feira, outubro 27, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

PRF mapeia pontos com mais risco de acidentes em rodovias

- Publicidade -

Você sabe quais são os pontos com mais risco de acidentes de trânsito por aí? A Operação Vita, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), tem o objetivo de identificar esses pontos críticos de acidentalidade nas rodovias federais que cortam o país.

Leia também: Reabertura pode aumentar acidentes de trânsito

risco de acidentes
PRF mapeia pontos com mais risco de acidentes em rodovias | Imagem: PRF/Divulgação

As inspeções, iniciadas no último dia 30 de junho, fazem parte do Projeto Nacional de Redução de Mortes (PNRM). O programa contém medidas e ações a serem implementadas para garantir a fluidez e a segurança no trânsito.

 

O que causa um acidente?

Acidentes de trânsito são eventos complexos causados por uma soma de fatores que acontecem ao mesmo tempo e contribuem em maior ou menor grau para que o acidente ocorra.

Pensando nos aspectos físicos de uma rodovia, fatores como condições ambientais adversas – chuva, neblina, etc –  condições do pavimento, sinalização e geometria da via foram observados pela PRF.

Fatores humanos nesses locais, como estacionamento ou parada irregular, excesso de velocidade, consumo de bebida alcoólica, conversões em locais proibidos, ultrapassagens indevidas, travessia irregular de pedestres e outras infrações que atuam como potenciais causadoras de acidentes também foram levadas em consideração.

As inspeções técnicas viárias foram desenvolvidas por agentes dos Grupos de Investigação de Acidentes de Trânsito (GIAT). Mais de 300 policiais foram mobilizados.

Como ponto de partida, eles tiveram 174 trechos críticos de acidentalidade já identificados pela PRF com base em suas estatísticas. No total, essa espécie de “raio-x” foi realizada em 1.740 quilômetros de rodovias federais, nos quais foram diagnosticados e inspecionados 655 pontos críticos.

 

Próximos passos

Encerrada a Operação Vita, a PRF iniciará a análise desse mapeamento e diagnóstico. O relatório final, que deve ser apresentado ainda este mês, vai nortear as ações de prevenção de acidentes, assim como otimizar as ações de fiscalização e educação para trânsito.

Além disso, a instituição passará a dispor de um levantamento técnico que possibilite, inclusive, sugerir melhoria na infraestrutura das rodovias aos órgãos responsáveis pela garantia da fluidez, segurança no trânsito e preservação da vida.

 

Adaptado de PRF

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados