segunda-feira, outubro 25, 2021

PRF prende casal por saque de carga de caminhão tombado

A PRF prendeu um casal por saque de carga de um caminhão tombado. No dia 20 de fevereiro de 2021, por volta das 16 horas, Policiais Rodoviários Federais da Delegacia PRF de Registro/SP, em patrulhamento pelo km 362,8 da BR 116, Rod Régis Bittencourt, sentido sul, abordaram um veículo FIAT/FIORINO.

Durante a abordagem, os policiais desconfiaram que a carga do veículo era a mesma de um caminhão que havia acabado de tombar na região. O veículo estava carregado com 22 sacos, com 25kgs de polipropileno em cada, um total de 550 kilos, com valor aproximado de R$8.500,00, conforme valor constante na Nota Fiscal do veículo acidentado.

O condutor e sua mulher foram questionados sobre o transporte das mercadorias e acabaram assumindo o furto. Diante dos fatos, veículo, carga e envolvidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Miracatu, onde a ocorrência foi registrada.

Saques e drogas

cocaína achada em ônibus
Cocaína achada em ônibus
Imagens: PRF

As notícias de saque de carga de caminhão tombado são comuns. São muitas as ações da PRF no enfrentamento desse tipo de ocorrência. Outra ocorrência comum é encontrar cargas contrabandeadas ou drogas.

No mesmo final de semana da prisão por saque, no domingo (21), por volta das 13 horas, a PRF apreendeu 4 quilos de cocaína que estavam com um homem de 32 anos e uma adolescente de 14 anos, que viajavam em um ônibus com destino a Florianópolis-SC. A apreensão ocorreu no km 439 da BR 116, Rod. Régis Bittencourt, em Registro-SP.

Durante fiscalização pela rodovia, os policiais abordaram um ônibus que fazia a linha de São Paulo-SP a Florianópolis-SC. Em revista às bagagens dos passageiros, os policiais encontraram uma mala contendo 4 quilos de cloridrato de cocaína, conhecido nos meios criminais como “cocaína pura”. O ticket de bagagem estava associado à passagem do homem, que embarcou na rodoviária de São Paulo e estava seguindo para Florianópolis. Ele trazia em sua companhia uma adolescente de 14 anos, que embarcou usando o documento de identidade da mãe.

A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Registro-SP. O homem foi preso em flagrante pelos crimes de tráfico de entorpecentes e corrupção de menores. A adolescente foi encaminhada para o Conselho Tutelar, para restituição à família. O homem não era parente da adolescente. Ele informou que ela apenas o acompanhava na viagem.

O cloridrato de cocaína é o produto mais puro resultante do refino da pasta base de cocaína. Ele é impróprio pro consumo devido à alta concentração do princípio ativo da droga. Para revenda aos dependentes químicos, os traficantes “batizam” o cloridrato de cocaína com outros produtos, como pó de mármore, bicarbonato de sódio e fermento químico. 

Adaptado de PRF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados