quarta-feira, outubro 28, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Primeira linha de caminhões elétricos Scania é lançada na Europa

- Publicidade -

Na última terça-feira, 15, a primeira linha de caminhões elétricos Scania foi lançada na Europa. O lançamento aconteceu na Suécia e a linha de veículos comerciais elétricos traz uma opção sustentável para o transporte.

Leia também: Iveco lança nova Daily com melhorias para motorista

caminhoes eletricos scania
Imagem: Scania/Divulgação

Os novos veículos, que ainda não têm data para chegar ao Brasil, são focados para aplicações urbanas, incluindo a distribuição varejista. A Scania irá, nos estágios iniciais, desenvolver e implementar caminhões híbridos e totalmente elétricos em parceria com seus clientes. 

 

Caminhão totalmente elétrico e híbrido plug-in

caminhoes eletricos scania
Imagem: Scania/Divulgação

São dois modelos lançados: um deles é o caminhão totalmente elétrico, que é oferecido com cabines das séries L e P e equipado com uma bateria de 165–300 kWh para o motor elétrico de 230 kW, equivalente a aproximadamente 310 CV. Os clientes podem selecionar cinco ou nove baterias, chegando a alcance de até 250 km com uma única carga. 

Outro modelo é o caminhão híbrido plug-in, que também está disponível para cabines das séries L e P. Neste modelo será possível viajar longas distâncias em modo de motor de combustão e até 60 km em modo elétrico.

Combinado com combustível renovável, os operadores podem reduzir significativamente o impacto climático. Ambas as tecnologias se baseiam no sistema modular com componentes testados e aprovados em toda a linha de caminhões da Scania, famosos por sua durabilidade e confiabilidade. 

“Embora os veículos eletrificados em certos aspectos representem uma nova tecnologia, tomamos todas as medidas possíveis para garantir que aplicamos os mesmos critérios de disponibilidade usados em nossos outros caminhões”, explica Anders Lampinen, Diretor de Novas Tecnologias, sobre os caminhões elétricos Scania.

Além do transporte de carga geral e refrigerada, os veículos elétricos podem ser utilizados com carrocerias basculantes, betoneiras e coletores de lixo, bem como para serviços de combate a incêndio e resgate. 

“Em empresas de transporte com grandes frotas, a implementação oferece uma oportunidade antecipada de ganhar experiência nesta área. Enquanto isso, sabemos que grandes compradores de transporte estão interessados em reduzir a emissão de gases do efeito estufa”, afirma Lampinen.

O caminhão totalmente elétrico vem com a opção de cinco baterias para um total de 165 kWh ou nove baterias para 300 kWh de capacidade instalada. Com a remoção do motor de combustão, uma bateria é colocada no antigo túnel do motor com as quatro ou oito baterias restantes colocadas ao longo da lateral do chassi.

As baterias podem ser carregadas por 130 kW CC, usando um conector de Sistema de carregamento combinado (CCS). O tempo de carregamento é inferior a 55 minutos para a opção de cinco baterias e menos de 100 minutos para a opção de nove. Enquanto isso, as baterias são continuamente carregadas em movimento, por meio de energia de frenagem regenerativa.

Como o caminhão híbrido plug-in também possui uma unidade de motor de combustão, o espaço disponível para as baterias é menor. Ele é equipado com três baterias para uma capacidade instalada de 90 kWh para o motor elétrico de 115 kW. 

O tempo de carregamento de zero a 80 por cento é de aproximadamente 35 minutos e, além de carregar por meio de energia de frenagem regenerativa, a energia da bateria pode ser completada durante a carga e descarga. O trem de força elétrico é combinado com um motor de combustão de 280–360 CV. O alcance apenas com o modo elétrico é de 60 km. 

 

Baixa emissão de gases

zona de restricao europa
Em países da Europa, como na Inglaterra, a circulação é restrita para veículos que emitem gases poluentes.

Tanto o caminhão híbrido plug-in quanto o totalmente elétrico serão essenciais para operar no número crescente no mundo de áreas urbanas ao redor com zonas centrais de baixa emissão de gases. Na Europa, muitos países possuem restrições de circulação nas cidades para veículos que emitem gases poluentes. Um caminhão elétrico, por exemplo, pode circular nessas áreas pois não emite gases.

A eletrificação da frota de caminhões comerciais pesados é decisiva para atingir a meta do Acordo de Paris, que limita o aquecimento global a menos de 2°C. Os veículos elétricos serão, portanto, cada vez mais uma opção atraente para clientes.

Os veículos movidos a combustíveis alternativos e eletrificados são implementados nos mercados em que a Scania atua conforme condições locais de infraestrutura e econômicas. No Brasil, por enquanto, os caminhões movidos a gás natural e biometano são a opção para clientes e embarcadores que estão empenhados na redução de emissão de gases do efeito estufa. Os veículos elétricos da Scania ainda não têm data para chegar ao mercado brasileiro.

 

Por Pietra Alcântara com informações da Scania

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados