quarta-feira, junho 23, 2021

Primeira quinzena de abril registra queda na movimentação de cargas

Houve queda na movimentação de cargas em 2020 nesta primeira quinzena de abril. Os dados são da AT&M Tecnologia. Segundo a empresa, eles detém mais de 90% do mercado de seguros de transporte de cargas, com mais de 26 mil transportadoras e embarcadores.

Leia também: Montadoras divulgam datas para retomada de atividade nas fábricas

Durante a primeira quinzena de abril de 2020, foram registrados R$ 195 bilhões em movimentação de cargas no país, queda de 28% na comparação com a primeira quinzena de março do mesmo ano, quando foram registrados R$ 271 bilhões.

Além disso, foram contabilizados 20,8 milhões de averbações (registro de todas as cargas movimentadas) representando queda de 11% em relação a março, quando foram registrados mais de 23,3 milhões de documentos averbados. 

Na comparação anual, os dados registrados pelos sistemas AT&M também apontam para um cenário negativo. A primeira quinzena de abril deste ano, teve queda de 19% em relação ao mesmo período de 2019, quando foram contabilizados R$242 bilhões em movimentação de cargas e 18 milhões de documentos averbados.

Para o sócio fundador, Vagner Toledo, o setor de transporte de carga resistiu em março, pois, ainda sentia o reflexo das compras de fevereiro e da primeira quinzena de março impulsionado pelo aumento do consumo em supermercados, medicamentos e e-commerce.

Na segunda quinzena de abril, a tendência é que haja ainda mais queda. “Os indicadores apontam a mesma tendência até o final do mês, com base nas movimentações diárias acompanhadas pela empresa”, explica.

 

Adaptado de AT&M Tecnologia

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Você pode gostar
posts relacionados