quarta-feira, outubro 28, 2020
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Semana do Trânsito: por que alguns motoristas dirigem cansados?

- Publicidade -

Você sabia que cerca de 90% dos acidentes nas estradas são provocados por falhas humanas? Entre essas falhas, está o cansaço e o hábito de dirigir com sono. Esse é um assunto recorrente no mundo do transporte rodoviário de cargas. Mas por que alguns motoristas dirigem cansados?

Leia também: 4 coisas que você não espera enquanto dirige

De acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional de Transportes (CNT), 70% dos caminhoneiros ficam mais de 15 dias fora de casa e o desgaste físico é a principal queixa de 32% dos participantes. O estudo ainda apontou que 17,4% dos motoristas já enfrentaram colisões pelo fato de estarem cansados.

No mundo do transporte, é comum ouvir relatos de motoristas que são pressionados para cumprir jornadas extensas e ilegais. Segundo a Lei do Caminhoneiro, o motorista deve ter uma jornada diária de 8h de trabalho. Ele ainda pode estender a jornada de trabalho para 10h, mas só é permitido fazer isso duas vezes por semana. O caminhoneiro também tem direito ao período de 11h de descanso e uma parada de 30 minutos a cada 6h de direção.

Na prática, talvez por receio de perderem o emprego ou não serem chamados para carregar novamente, alguns motoristas dirigem cansados e aceitam fazer jornadas mais extensas. Por que isso é perigoso? Porque a prática coloca a vida do estradeiro em risco.

A carga não vai chegar a tempo se você estradeiro não sobreviver ao trajeto. Se a empresa que você trabalha ou presta serviço te pressiona a ultrapassar jornadas permitidas, não fique calado: denuncie.

 

Ajuda da tecnologia

Dormir bem e estar descansado antes de pegar estrada faz diferença. É o que explica Alexandre Fagundes, executivo da Mix Telematics e especialista em telemetria. Ele defende o uso de tecnologia específica para alertar motoristas.

“Alguns fatores não podem ser controlados, como estradas e condições meteorológicas, mas com a tecnologia embarcada, que detecta fadiga de motoristas, é possível saber se estão em risco ou não”, afirma Fagundes.

Hoje existem empresas que oferecem esse tipo de serviço, que é instalado em caminhões. Em 2019, na Fenatran, vimos algumas delas. Clique aqui para relembrar.

Várias montadoras também possuem soluções do tipo, como um sistema de saída de rodagem, que alerta o motorista se o veículo sai da faixa de rodagem, atitude comum em caso de sonolência ou distração. Mercedes-Benz, DAF, Volvo e Scania são algumas montadoras que possuem tecnologias do tipo.

Se por um lado a telemetria monitora o motorista, por outro ela é uma prova de que a empresa não vai pressionar o caminhoneiro a cumprir uma jornada ilegal. Por isso, pode ser uma solução interessante para ambos.

Além da tecnologia, ter o hábito de não dirigir cansado é importante. Fagundes aconselha motoristas a fazerem uma pausa para descansar sempre que for necessário. “É fundamental treinar os profissionais para que eles parem para descansar e, nesse momento, saiam do veículo e avaliem pneus, revisem as luzes, entre outras ações, pois uma pequena caminhada aumenta a circulação de sangue no cérebro e reduz a sonolência”, defende.

 

Pontos de parada

pontos de parada gratuitos
Imagem: Google Maps

Outra dificuldade que o caminhoneiro encontra durante as viagens, principalmente as de tiro longo, é a falta de locais de parada. Esse é outro por quê sobre alguns motoristas que dirigem cansados.

Alguns locais permitem que motoristas descansem e até passem a noite. Listamos alguns deles neste link. Se você conhecer algum que não está na nossa lista, deixe a dica nos comentários.

Há quem descanse em postos de combustível. Já recebemos relatos de estradeiros sendo expulsos de postos por não abastecerem. Isso já aconteceu com você? Essa é uma questão complicada. Assista ao vídeo e veja o que o Trucão fala sobre o assunto:

A realidade é que se houvessem mais opções de locais específicos para o descanso do caminhoneiro, que fossem seguros e com boa infraestrutura, não seria necessário parar para descansar em postos de combustível.

Essa é uma longa discussão. Recentemente, o Ministério da Infraestrutura definiu 9 novos pontos de parada para caminhoneiros. Resta acompanhar para saber se os planos se concretizarão.

No Brasil, nem rodovias pedagiadas e nem públicas são obrigadas hoje a oferecer lugares de descanso para caminhoneiros. Saiba mais clicando aqui.

Já falamos sobre o assunto na TV. Relembre no vídeo:

Nesta Semana do Trânsito, vale refletir sobre problemas estruturais que influenciam diretamente nos hábitos de motoristas. Solucionar questões como práticas ilegais de empresas e falta de locais de parada pode, no fim, salvar vidas.

 

Por Pietra Alcântara

2 COMENTÁRIOS

  1. Engraçado né? coloca-se,câmera, sensores de fadiga,bebida,etc etc mas na realidade tudo não passa de palhaçada para encher linguiça,pois o embarcador caga e anda, as empresas cagam e andam,o município, Estado,infra estrutura, e outros órgãos pouco se importam,a vergonha das rodovias com ou sem nenhuma conservação, cagam e andam e por último o desgraçado,que tem que trabalhar e se sujeitar a tudo sob pena de demissão e algumas outras ameaças por parte de órgãos federais com por exemplo a PRF que assim que o candango e expulso do pátio do posto por eles mesmo, e fiscalizado na rodovia e multado por estar andando fora do horário, então como o sistema nós empurrando para fora AZAR de quem escolheu está profissão,pois conviva com as sacanagens de um país e um povo que não está nem um pouco preocupado com nada ,a não ser por ter comida e combustível que diga-se de passagem nós entregamos,com saúde segurança e vem estar de quem está trabalhando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você pode gostar
posts relacionados