quinta-feira, agosto 5, 2021

Surto de coronavírus aumenta em 5% fretes da indústria

Segundo levantamento de dados da Cargo X, o surto de coronavírus ocasionou um aumento de 5% com relação aos fretes especificamente da indústria. A empresa acredita que o aumento se dá devido ao crescimento da demanda de alguns bens de consumo primário (comida, bebida, produtos de higiene etc).

Leia também: Coronavírus impacta atividade portuária no Brasil

frete industria
Imagem: Pixabay

Por outro lado, foi vista uma queda de 20% dos fretes do agronegócio e 25% nos transportes do porto.

 

Impactos

Com o surto de coronavírus e o estado de pandemia declarado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) afeta de diferentes formas a economia e setores como as fábricas, o transporte e seus desdobramentos. Se por um lado, com a suspensão de chegada de insumos e outros elementos, as transportadoras tornam-se mais criteriosas com relação aos caminhões; por outro, a alta demanda de alguns bens de consumo exige maior rotatividade deles.

Já com relação aos setores, a parada da atividade econômica em algumas áreas desencadeou queda nos preços de fretes de algumas empresas do setor do agronegócio. Outras empresas se depararam com um aumento de preços causado por escassez de elementos relacionada à crise.

Além disso, houve o aumento da quantidade de fretes de produtos de bens de consumo, como se tem noticiado globalmente, com a alta procura de itens de higiene pessoal e de alimentação para estocagem caseira.

 

Adaptado de Cargo X

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados