quarta-feira, junho 23, 2021

Vendas de pesados caem de agosto para setembro, segundo Anfavea

As vendas de pesados têm se mantido ao longo dos meses em 2019. Os dados divulgados pela Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) nesta segunda-feira, 7, mostram que houve queda nas vendas de agosto para setembro.

Leia também: Roubo de cargas em SP cai 22%

agosto para setembro

 

Caminhões

As vendas de caminhões em setembro foram menores em relação a agosto, mas se compararmos com os números de 2018, houve aumento. Foram 9,1 mil unidades licenciadas em setembro, contra 9,4 mil em agosto, representando 3,6% de queda.

Em relação a setembro do ano passado, houve crescimento de 35,6% nas vendas. No acumulado também houve aumento. De janeiro a setembro deste ano foram vendidos 74,3 mil caminhões, contra 52,8 mil no mesmo período do ano passado, representando 40,7% de crescimento.

Já as exportações de caminhões tiveram queda: 27,3% a menos em relação a agosto deste ano e 45,2% em relação a setembro de 2018. Ao todo, foram 9,8 mil unidades exportadas.

 

Ônibus

onibus categoria D

Foram 1,7 mil unidades vendidas em setembro, o que representa aumento de 15,9% em relação a setembro de 2018. Já em relação a agosto, houve queda de 14,5%.

No acumulado também houve aumento. Foram 15,2 mil unidades vendidas entre janeiro e setembro deste ano, contra 10,4 mil registradas no mesmo período de 2018, uma diferença de 45%.

Foram 464 unidades exportadas em setembro deste ano, uma diferença de 4% a mais em relação a agosto. Quando comparado com o número de exportações em setembro de 2018, há queda: foram 661 unidades exportadas no período do ano passado, contabilizando diminuição de 29,8%. No acumulado, a queda é de 19,3%.

 

Máquinas agrícolas

vendas_de_caminhoes_continuam_aumentando

Em setembro foram 4,7 mil unidades vendidas, 5,2% a menos que as unidades vendidas em setembro de 2018. Em relação ao mês passado, houve aumento de 11,4% nas vendas.

No acumulado, houve 5,7% de queda nas vendas, com 32,6 mil unidades vendidas em 2019 e 34,6 mil em 2018.

Nas exportações também houve queda. Foram 1 mil unidades exportadas em setembro, contra 1,2 mil em agosto, representando diminuição de 19,7%. Em relação a setembro de 2018, a queda foi de 11,6% nas exportações. No acumulado, houve diminuição de 0,4%.

Clique aqui para ver a carta na íntegra.

 

Por Pietra Alcântara

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Você pode gostar
posts relacionados