As negociações sobre o piso mínimo de fretes continuam e o Supremo Tribunal Federal (STF), que iria julgar a constitucionalidade ou não da tabela mínima, no dia 04 de setembro, adiou sem nova data definida. Líderes já cogitavam uma nova mobilização.

Veja também:

Videomonitoramento

Manual de Fiscalização de Rodovias da ANTT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here