sábado, junho 12, 2021

Volkswagen Caminhões e Ônibus faz sua primeira aparição oficial na Europa

Você sabe o que as marcas Scania, Volkswagen e MAN têm em comum? Todas elas pertencem ao grupo Traton, nome anunciado oficialmente na IAA 2018, que acontece em Hanover na Alemanha. O que esse anúncio significa para a Volkswagen Caminhões e Ônibus e para o Brasil?

Volkswagen_caminhoes_e_onibus_destaque

Por aqui, conhecemos a Volkswagen Caminhões e Ônibus principalmente pelas linhas Delivery, Worker, Constellation e os Volksbus. Acontece que na Europa, a história é um pouco diferente. Por lá, a marca era conhecida apenas pelo segmento de vans, além da fabricação de automóveis. Essas duas marcas juntamente com a MAN e a Scania formavam a Volkswagen AG.

Agora, o grupo passa a se chamar Traton. A mudança não foi somente na nomenclatura, já que a Volkswagen Caminhões e Ônibus (ou Trucks and Bus, em inglês) agora está sendo anunciada como marca também na Europa. Isso significa que além da comercialização de Vans, que já acontece no continente, a marca terá um novo segmento específico para caminhões e ônibus, como já acontece no Brasil. 

Confira ainda: Eletromobilidade na IAA 2018 – confira os destaques das montadoras

 

Produtos brasileiros na Alemanha

Os produtos expostos no estande da Volkswagen Caminhões e Ônibus na IAA 2018 são brasileiros. Foram criados pela engenharia do Brasil e inclusive já rodam por aqui, sendo também exportados para países da América Latina, África e Oriente Médio.

Para o Brasil, isso é um marco: ter uma marca oficialmente brasileira, com veículos comerciais desenvolvidos por brasileiros, expostos na maior feira de caminhões do mundo.

Confira alguns dos modelos presentes na IAA 2018:

 

e-Delivery

O modelo já conhecido por aqui é um dos destaques da marca nesta edição da IAA, sendo 100% elétrico, com emissão zero e nível de ruído extremamente baixo.

e_delivery
e-Delivery na Fenatran 2017.

O e-Delivery possui duas opções de recarga: a recarga de oportunidade rápida, em que é possível assegurar 30% da carga em apenas 15 minutos, e pode ser realizada várias vezes ao longo da rota do veículo para aumentar sua autonomia; ou a recarga lenta, que em três horas, atinge a carga máxima.

e_delivery_

Para Roberto Cortes, presidente e CEO da MAN Latin America, o modelo insere definitivamente a engenharia brasileira na rota global de tecnologia. “O e-Delivery representa um marco na história da Volkswagen Caminhões e Ônibus. Trata-se de uma plataforma totalmente nova, desenvolvida no Brasil, na busca de alternativas de mobilidade nas cidades”, explica.

 

Volksbus e-Flex

O ônibus Volksbus e-Flex é um protótipo do primeiro ônibus híbrido projetado no Brasil em série. O modelo conta com sistema de recuperação de energia nas frenagens, o que ajuda a manter a carga das baterias elétricas.

volks_bus_e_flex
Imagem: GettyImages

Além da bateria, que permite que o veículo funcione com energia elétrica, ele ainda é flex: funciona com etanol e gasolina, totalizando 3 matrizes que possibilitam seu funcionamento. Seu motor à combustão é o VW 1.4 TSI bicombustível etanol-gasolina, que estendem a autonomia do veículo.

Volksbus_e_Flex

O ônibus possui banco de baterias de 100 kW/h e leva de 2 à 3 horas para completar o carregamento. Para regarregar, o e-Flex possui uma tomada que pode ser plugada na rede elétrica enquanto o veículo está parada à noite.

 

E você, o que acha da novidade?

 

Por Pietra Alcântara

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Você pode gostar
posts relacionados